Painéis de trânsito no Rio de Janeiro alertam sobre uso de máscaras

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 20 de abril de 2020 as 10:53, por: CdB

A Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (Cet-Rio) está alertando motoristas e pedestres, por meio de mensagem, sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção pela população.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (Cet-Rio) está alertando motoristas e pedestres, por meio de mensagem, sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção pela população. A mensagem está sendo veiculada nos 28 painéis eletrônicos fixos que dão orientações sobre trânsito e ficam posicionados nas principais vias da cidade.

Mensagens são veiculadas em 29 painéis eletrônicos
Mensagens são veiculadas em 29 painéis eletrônicos

A medida é parte das ações de combate à pandemia do novo coronavírus adotadas pela prefeitura do Rio, que decidiu, no último fim de semana, obrigar a população a usar máscaras nas ruas.

O decreto, que passa a valer a partir desta quinta-feira, prevê que pessoas sem máscaras sejam impedidas de entrar em transporte público e nos estabelecimentos autorizados a funcionar no município.

Não é necessário usar nenhuma máscara especial. Apenas a máscara comum, feita em casa, já é suficiente, segundo informou o prefeito Marcelo Crivella, em entrevista coletiva no último sábado.

Procon

A prefeitura do Rio de Janeiro, por meio do Procon Carioca e dos demais membros da Associação Brasileira de Procons (ProconsBrasil), iniciou a campanha “Contrato não é papel, contrato tem rosto”.

De acordo com informação do Procon Carioca, a campanha objetiva orientar os consumidores sobre os seus direitos e deveres nesse momento de pandemia do novo coronavírus e como isso pode afetar a vida da sociedade como um todo, incluindo consumidores, fornecedores e trabalhadores.

O presidente do Procon Carioca, Benedito Alves, observou que a ideia é promover, de forma humanizada e transparente, o diálogo entre consumidores e fornecedores, para que esses possam buscar, juntos, negociações viáveis. Alves salientou que, diante dessa pandemia que ninguém esperava, nenhuma das partes dessa relação de consumo tem culpa e é preciso bom senso e equilíbrio do lado do consumidor e do fornecedor.

Pandemia

– Quebras de contratos podem prejudicar tanto a empresa, como a economia e até o consumidor. E o Procon Carioca está à disposição, através do 1746, rio.rj.gov.br/proconcarioca, e de suas redes sociais Facebook e Instagram, para fazer essa intermediação entre cliente e empresa quando o consumidor tiver dificuldades em negociar direto com o fornecedor – afirmou Benedito Alves.

De acordo com o Procon Carioca, as negociações também podem ser feitas direto com as empresas através do site (consumidor.gov.br).