Papa recebe o carinho de moradores de rua, em meio à crise na Igreja Católica

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 26 de agosto de 2018 as 15:18, por: CdB

Em meio à pior crise da Igreja Católica, em séculos, o papa Francisco também encontrou-se, na tarde passada, com oito vítimas de pedofilia na sede da Nunciatura Apostólica, na capital irlandesa.

 

Por Redação, com Ansa – de Dublin

 

Moradores de rua doaram um saco de dormir, uma mochila e uma tenda ao papa Francisco, durante um encontro do líder católico com sem-teto em Dublin, na Irlanda, na noite passada. Os presentes simbolizam a vida que essa população leva na capital irlandesa.

Papa Francisco recebe o carinho dos moradores de rua, na capital irlandesa
Papa Francisco recebe o carinho dos moradores de rua, na capital irlandesa

O compromisso ocorreu em um centro de acolhimento administrado por frades capuchinhos, em meio à primeira visita oficial do Pontífice ao país, para o Encontro Mundial das Famílias. A estrutura oferece alimentação e assistência a moradores de rua. A visita de Francisco teve caráter privado.

Pedofilia

Em meio à pior crise da Igreja Católica, em séculos, o papa Francisco também encontrou-se, na tarde passada, com oito vítimas de pedofilia na sede da Nunciatura Apostólica, na capital irlandesa, durante o Encontro Mundial das Famílias.

Segundo o porta-voz do Vaticano, Greg Burke, a reunião durou uma hora e meia. O grupo incluiu Marie Collins, ex-integrante da comissão criada pelo Pontífice para combater abusos sexuais do clero e que chamara de “decepcionantes” as primeiras declarações de Jorge Bergoglio sobre o tema na Irlanda.

Vergonha

Collins deixou a comissão do Vaticano para a proteção dos menores em 2017, denunciando falta de “cooperação” de outros departamentos da Cúria. Além dela, também participaram do encontro com o Papa os reverendos Patrick McCafferty e Joe McDonald, além de Damian O’Farrell, Paul Jude Redmond, Clodagh Malone e Bernadette Fahy.

— Não posso não reconhecer o grave escândalo causado na Irlanda pelos abusos sobre menores por parte de membros da Igreja encarregados de protegê-los e educá-los. O fracasso das autoridades eclesiásticas em enfrentar adequadamente esses crimes repugnantes suscitou uma indignação justa e permanece sendo causa de sofrimento e vergonha para a comunidade católica — disse Francisco durante um discurso a autoridades no Castelo de Dublin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *