Partido Islâmico do Iraque recusa participação no gabinete

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 9 de novembro de 2004 as 05:54, por: CdB

O Partido Islâmico do Iraque, o único confessional sunita no governo interino iraquiano, suspendeu sua participação nos trabalhos do gabinete, em protesto pelo ataque contra Faluja.

O PII, dirigido por Mohsen abdlhamid exerceu trabalhos de mediação com os notáveis de Faluja precisamente para evitar o ataque final à cidade, mas todas as tentativas de mediação fracassaram.

Faluja se tornou um símbolo da resistência sunita, em um país onde todos os territórios majoritariamente sunitas – Ramadi, Mossul, Faluja ou Baquba, entre outros – são cenário constante de ataques contra as forças de ocupação e as novas instituições iraquianas.