Patrick Ewing recebe alta de hospital após testar positivo para covid-19

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 26 de maio de 2020 as 12:20, por: CdB

O ex-astro do New York Knicks Patrick Ewing recebeu alta do hospital na segunda-feira e voltou para casa para se recuperar depois de ter testado positivo para covid-19 na semana passada, disse seu filho.

Por Redação, com Reuters – de Nova York

O ex-astro do New York Knicks Patrick Ewing recebeu alta do hospital na segunda-feira e voltou para casa para se recuperar depois de ter testado positivo para covid-19 na semana passada, disse seu filho.

O ex-astro do New York Knicks Patrick Ewing
O ex-astro do New York Knicks Patrick Ewing

Ewing, de 57 anos, que jogou 17 temporadas na NBA e atualmente é o técnico do time de basquete masculino da Universidade de Georgetown, compartilhou seu diagnóstico no Twitter na última sexta-feira, em uma tentativa de incentivar as pessoas a permanecerem seguras.

– Quero agradecer a todos os médicos e equipe do hospital por cuidarem do meu pai durante a sua estadia, bem como a todos que colaboraram com pensamentos e orações desde o diagnóstico – afirmou Patrick Ewing Jr no Twitter.

– Meu pai agora está em casa e está melhorando. Continuaremos observando seus sintomas e seguindo as diretrizes do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças).

Ewing foi a escolha número um no draft da NBA de 1985 e entrou para o Hall da Fama. Ele também ganhou duas medalhas de ouro olímpicas como membro do ‘Dream Team’ dos Estados Unidos.

Mike Tyson

O ex-campeão mundial de boxe na categoria peso-pesado Evander Holyfield disse que estaria aberto a enfrentar novamente o rival Mike Tyson em uma luta fins filantrópicos para fechar uma trilogia do confronto entre ambos, com a condição de que Tyson se encarregue da organização da luta.

Tyson, de 53 anos, participou de dois confrontos épicos com Holyfield, de 57, durante suas carreiras profissionais, incluindo o polêmico encontro de 1997 no qual Tyson mordeu e arrancou um pedaço da orelha de Holyfield.

Tyson publicou uma série de vídeos de treinamento nas últimas semanas, levando a especulações de que ele poderia estar voltando aos ringues, enquanto Holyfield anunciou sua volta para arrecadar fundos para caridade pelo Instagram no início do mês.

– Se eu pedir, é quase como se eu estivesse querendo intimidá-lo, dizendo que quero enfrentar alguém que já bati duas vezes – disse Holyfield à agência britânica de notícias BBC. “Eu não quero essa pressão em mim, do tipo ‘você só quer lutar contra o Mike porque você sabe que pode vencê-lo”.

– Se ele me bater, eu vou bater de volta. Eu terei 58, ele 54, se conversarmos sobre estar em boa saúde e fazer tudo da maneira apropriada. Eu não tenho problemas com isso.

Tyson, o primeiro peso-pesado a deter os títulos da WBA, WBC e IBF ao mesmo tempo, se aposentou após perder para Kevin McBride em 2005, enquanto Holyfield se aposentou nove anos depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *