Pedidos de auxílio-emprego aumentam até quase a marca de 1 milhão

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 9 de junho de 2020 as 18:56, por: CdB

A marca de quase 1 milhão de pedidos num único mês também representou elevação de 28,3% na comparação com abril deste ano (748.540), disse a pasta. No acumulado de janeiro a maio deste ano, foram contabilizados 3.297.396 pedidos de seguro-desemprego, alta de 12,4% sobre igual etapa do ano passado.

Por Redação – de Brasília

O Ministério da Economia informou nesta terça-feira que os pedidos de seguro-desemprego em maio subiram 53% sobre igual mês de 2019, alcançando 960.258 solicitações, num reflexo da crise do coronavírus sobre o mercado formal de trabalho.

Todos os brasileiros estamos aterrorizados pelo desemprego
Todos os brasileiros estamos aterrorizados pelo desemprego

A marca de quase 1 milhão de pedidos num único mês também representou elevação de 28,3% na comparação com abril deste ano (748.540), disse a pasta. No acumulado de janeiro a maio deste ano, foram contabilizados 3.297.396 pedidos de seguro-desemprego, alta de 12,4% sobre igual etapa do ano passado.

Estimativa

A maior parcela dos solicitantes do benefício no mês era composta de homens (58,7%), pessoas de idade de 30 a 39 anos (32,3%) e com ensino médio completo (61,4%).

Em nota, o Ministério da Economia afirmou que, após a reabertura de diversas unidades dos serviços onde podem ser apresentados os pedidos do seguro-desemprego presencialmente nos Estados e municípios, as solicitações foram regularizadas. O governo vinha apontando estimativa de represamento de parte dos pedidos em consequência das medidas de isolamento social.