Pelo menos quatro pessoas são esfaqueadas em briga próximo da Casa Branca

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 4 de novembro de 2020 as 13:13, por: CdB

Uma mulher e três homens foram esfaqueados a poucos quarteirões da Casa Branca, residência oficial do presidente dos EUA em Washington, após o país ter saído às ruas para participar das eleições.

Por Redação, com Sputnik – de Washington

Uma mulher e três homens foram esfaqueados a poucos quarteirões da Casa Branca, residência oficial do presidente dos EUA em Washington, após o país ter saído às ruas para participar das eleições.

Uma mulher e três homens foram esfaqueados a poucos quarteirões da Casa Branca
Uma mulher e três homens foram esfaqueados a poucos quarteirões da Casa Branca

De acordo com a polícia local, as quatro pessoas foram esfaqueadas em uma briga com três suspeitos por volta das 02h30 desta quarta-feira (04h30 no horário de Brasília).

Segundo reportou o canal de TV NBC News, citando a polícia, as vítimas teriam se identificado como membros de um grupo de extrema direita que apoia o presidente Donald Trump.

Ativista conservadora Bevelyn Beatty e o chefe dos Proud Boys [movimento de extrema direita] Enrique Tarrio com outra pessoa acabaram de ser esfaqueados pelo Black Lives Matter em Washington, DC.

Ainda não estão claros os motivos que teriam ocasionado a briga ou se há alguma correlação com as manifestações no contexto das eleições nos EUA.

O crime aconteceu a poucos quarteirões da Casa Branca e outros seis quarteirões da Black Lives Matter Plaza, onde aconteceu a maior manifestação noturna durante a eleição em Washington.

Eleições

Na terça-feira, os EUA deram início à votação do seu 59º presidente. Na disputa eleitoral se destacam o atual presidente Donald Trump, do Partido Republicano, e Joe Biden, do Partido Democrata.

Já antes do início das eleições, diversos protestos foram feitos por diferentes movimentos nos EUA, tanto contra quanto a favor da administração Trump.