Peruanos fazem paralisação para exigir proclamação do resultado

Arquivado em: América Latina, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 7 de julho de 2021 as 13:51, por: CdB

Depois de um mês do segundo turno presidencial, peruanos realizaram, uma paralisação nacional para exigir a proclamação do resultado oficial. Pedro Castillo (Peru Livre) saiu vitorioso nas urnas com 44 mil votos de vantagem em relação a sua oponente Keiko Fujimori (Força Popular).

Por Redação, com Brasil de Fato – de Lima

Depois de um mês do segundo turno presidencial, peruanos realizaram, na terça-feira, uma paralisação nacional para exigir a proclamação do resultado oficial. Pedro Castillo (Peru Livre) saiu vitorioso nas urnas com 44 mil votos de vantagem em relação a sua oponente Keiko Fujimori (Força Popular). No entanto, a Justiça Eleitoral continua analisando denúncias de fraude e pedidos de anulação de votos.

Peruanos realizaram paralisação nacional para exigir a publicação dos resultados oficiais

Essa é a primeira vez que há tanta demora para a proclamação dos resultados. Segundo autoridades, o novo prazo estabelecido será dia 15 de julho. No dia 28 de julho, o próximo presidente deve assumir o cargo.

Paralisação nacional

Os atos foram organizados pela Frente Nacional pela Democracia e Governabilidade que em um comunicado afirmou “todas as estratégias do fujimorismo para salvar a sua candidata da prisão e capturar as instituições do Estado foram totalmente desmontadas, tanto por especialistas, como pelo Jurado Nacional Eleitoral”.

Desde que começou a ser derrotada, ainda durante a apuração dos votos, Keiko alegou fraude no processo, sem apresentar provas.Todos os seus pedidos de anulação de mesas eleitorais foram negados pelo JNE por falta de consistência nas denúncias.

O partido Força Popular também tentou recorrer à Organização dos Estados Americanos para sustentar a suposta fraude eleitoral, no entanto a missão de observação da OEA reiterou que o processo foi limpo e democrático.

A filha do ex-ditador Alberto Fujimori também corre risco de voltar à prisão, tanto por um processo da Operação Lava Jato, que a envolve em crimes de corrupção, como por novas denúncias de lavagem de dinheiro durante a campanha eleitoral.

No dia 6 de julho é comemorado dia do professor no Peru. Pedro Castillo, professor de Cajamarca, zona rural peruana, agradeceu o apoio e as felicitações pelo seu dia.

– Minha eterna gratidão ao povo peruano por reconhecer a nobre missão dos professores formados pela pátria, e prontos, aportas do Bicentenário (da independência), para abrir um novo caminho na história do país – publicou Castillo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code