Petrópolis realiza o Natal Imperial 

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 12 de dezembro de 2018 as 13:06, por: CdB

O evento inclui apresentações de videomapping, espetáculos de luzes e som, desfiles da Parada Iluminada, a Casa do Papai Noel e programação especial em igrejas históricas.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

Praças, ruas e locais turísticos de Petrópolis vivem o clima natalino com decoração especial, apresentações temáticas e diversos espetáculos, de graça ou com ingresso em troca de 1 Kg de alimento. O Natal Imperial 2018, que teve início em 30 de novembro, se estenderá até 20 de janeiro de 2019.

O evento inclui apresentações de espetáculos de luzes e som

Os principais shows acontecem na Praça da Liberdade, no Palácio Quitandinha e no Parque Municipal, em Itaipava. O evento inclui apresentações de videomapping, espetáculos de luzes e som, desfiles da Parada Iluminada, a Casa do Papai Noel e programação especial em igrejas históricas.

Em 2017, mais de 330 mil pessoas curtiram os eventos da Cidade Imperial.

– Cada vez mais a atividade turística está se fortalecendo no município de Petrópolis. Em 2017, o Natal Imperial injetou R$ 220 milhões na economia, segundo o município. Foram 36 dias de programação e, por conta do sucesso, este ano a festa terá mais 16 dias de atividades – disse Nilo Sergio Felix, secretário de Turismo.

A programação completa está no site www.natalimperialpetropolis.com.br.

13º salário

O Governo do Estado do Rio de Janeiro vai antecipar para a próxima sexta-feira o pagamento do 13º salário de 2018 para os 453.151 servidores, sendo 201.023 ativos, 164.194 inativos e 87.934 pensionistas. Pela previsão inicial, o abono seria depositado dia 18 de dezembro, mas em virtude do resultado da arrecadação tributária, será possível pagar o 13º salário já nesta sexta-feira. Será depositado pela Secretaria de Estado de Fazenda e Planejamento o valor líquido de R$ 1,8 bilhão.

Defesa Civil

Em uma iniciativa inédita no Brasil, que favorece a inclusão social e reconhece a importância das pessoas com deficiência na gestão do risco, a Defesa Civil Estadual lançou, este mês, em parceria com o Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), um DVD inédito, que conta por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras), a história do serviço de defesa, no Brasil e no Rio.

– Percebemos que no meio científico existiam poucos trabalhos tratando assuntos de proteção e defesa civil, que fossem voltados ao público com deficiência auditiva. Assim, buscamos promover as melhores práticas em gestão de risco de desastres e a inclusão social, com foco nas pessoas com deficiência auditiva – disse o coronel Marcio Romano, diretor da Escola de Defesa Civil do Estado (Esdec).

A publicação é um trabalho inédito, sendo o primeiro passo para inclusão neste setor. A iniciativa colabora com o Marco de Sendai, aprovado pelos Estados-membros das Nações Unidas e do qual o Brasil é signatário, que reconhece as pessoas com deficiência com um papel fundamental na avaliação do risco de desastres e na concepção e implementação de políticas, planos e normas.

Realização

Para a realização do projeto foram mobilizados profissionais da Secretaria de Defesa Civil, do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), Ines/TV e a Associação de Comunicação Educativa Fundação
Roquette Pinto. No total, 70 trabalhadores estiveram envolvidos com a iniciativa.

Foram produzidos 500 DVDs, que estão sendo distribuídos nos seminários e encontros do Ines em todo o Brasil, pela Defesa Civil do Rio, além de divulgação por redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *