Polícia abandona investigações sobre o seqüestro da mãe de Robinho

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quinta-feira, 11 de novembro de 2004 as 08:38, por: CdB

A polícia, atendendo ao pedido da família de Robinho, diz que abandonou as investigações sobre o seqüestro da mãe do atacante, Marina da Silva Souza, de 43 anos.

O diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior 6 (Deinter), Alberto Corazza, diz que os familiares  querem negociar com tranqüilidade com os seqüestradores e resolver o caso. Ele disse que até a noite desta quarta-feira os criminosos ainda não haviam feito nenhum contato.

O delegado afirma que a polícia não pode intervir em uma decisão da família da vítima. Policiais de Santos reclamam que vem ocorrendo muita boataria sobre o caso e que isso atrapalhou o trabalho deles.

– É um absurdo o que andam dizendo. Toda hora alguém inventa que foi encontrado um corpo de mulher na Baixada Santista ou que a polícia estourou um cativeiro. Até de madrugada já me acordaram para falar um absurdo desses – conta um delegado.