Polícia apreende grande quantidade de cigarros contrabandeados no Paraná

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 15 de julho de 2019 as 12:34, por: CdB

A primeira apreensão ocorreu durante um patrulhamento de rotina na região de Umuarama, no Paraná.

Por Redação, com ABr – de Brasília

Em duas ações realizadas nesta segunda-feira para combater cigarros contrabandeados, a Polícia Federal conseguiu apreender 2,8 mil caixas do produto.

No interior das duas carretas, foram encontradas 2.300 caixas de cigarros

A primeira apreensão ocorreu durante um patrulhamento de rotina na região de Umuarama, no Paraná. Os policiais perceberam a movimentação suspeitas dos motoristas de duas carretas e decidiram fazer uma abordagem.

Ao perceberem a aproximação dos agentes, os motoristas abandonaram os veículos numa das margens da rodovia e fugiram pela mata sem que os policiais conseguissem localizá-los. No interior das duas carretas, foram encontradas 2,3 mil caixas de cigarros.

A outra ação ocorreu na zona rural do município de Mercedes, também no Paraná. Os policiais federais conseguiram apreender um caminhão com 500 caixas cigarros contrabandeados.

Na tentativa de abordagem, os criminosos conseguiram escapar em meio uma plantação de milho.

Todo material apreendido nas duas ações foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal, em Guaíra.

Desvios de recursos em obras

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã da última terça-feira a terceira fase da Operação Desvia para combater fraudes em licitação, corrupção e desvio de recursos públicos na contratação de obras de construção de unidades básicas de Saúde no município mineiro de Barbacena, no período de 2013 e 2016. Os policiais contaram com o apoio de uma equipe de auditores da Controladoria-Geral da União (CGU).

As investigações da PF apontaram que recursos disponibilizados pela União estavam disponíveis para o município de Barbacena para a construção das unidades de saúde nos distritos de Pinheiro e Torres e nos bairros de e Santo Antônio, Monte Mário e Santa Luzia.

Mas a empreiteira contratada pela prefeitura, por meio de licitação, não concluiu as obras e as abandonou. O valor do contrato era de R$ 2,7 milhões, após reajuste de 16% aprovado em agosto de 2016.

Obras

Diante do abandona das obras, a prefeitura acertou a retomada com a terceira colocada no processo licitatório. No entanto, a nova empreiteira é investigada por obras inacabadas no mesmo município, tendo sido, inclusive, alvo de medidas de busca e apreensão na segunda fase da Operação Desvia, realizada em maio deste ano.

“De acordo com as apurações, apesar de o governo federal ter repassado R$ 1.651.550,00, cerca de 70% do total previsto de R$ 2.291.000,00 para a construção das cinco unidades, e a contratação de empresa especializada ter ocorrido em janeiro de 2016, as obras ainda não foram concluídas e apresentam, em média, apenas 36% de execução”.

Os policiais federais estão cumprindo 15 mandados judiciais de busca e apreensão em endereços nos municípios de Barbacena, Belo Horizonte e Itatiaiuçu. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal de São João Del Rei, em Minas Gerais.

Drogas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 532,1 quilos de cocaína no inicio deste mês em Paranaguá, no litoral do Paraná.

A droga estava escondida em um compartimento, sob o assoalho de um caminhão, utilizado para o transporte de piche. No interior do compartimento foram encontrados 495 tabletes de cocaína

O veículo foi abordado pelos policiais na BR-277, nas imediações da Unidade Operacional Alexandra. O motorista, de 40 anos de idade, foi preso em flagrante.

Ele disse aos agentes que saiu de Osasco, em São Paulo, e entregaria o caminhão em Paranaguá. Também havia no veículo um tablete de 980 gramas de maconha.

De acordo com a PRF, 1 quilo de cocaína, na Europa, pode valer 33 mil euros no atacado, o equivalente a R$ 144 mil. “O montante apreendido pela PRF hoje em Paranaguá valeria cerca de R$ 76,7 milhões em um eventual destino no continente europeu”.

O motorista, a droga e o caminhão foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Paranaguá. O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *