Polícia cumpre mandados contra traficantes de Niterói

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 25 de março de 2021 as 13:31, por: CdB

 

Policiais civis da 125ª DP (São Pedro da Aldeia), com apoio de agentes das delegacias do 4º Departamento de Área (DPA), realizam a Operação Disney, nesta quinta-feira, para cumprimento de 18 mandados de prisão e 12 de busca e apreensão contra traficantes do Morro do Mic.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

Policiais civis da 125ª DP (São Pedro da Aldeia), com apoio de agentes das delegacias do 4º Departamento de Área (DPA), realizam a Operação Disney, nesta quinta-feira, para cumprimento de 18 mandados de prisão e 12 de busca e apreensão contra traficantes do Morro do Mic, conhecido como “Morro do Mickey”, na Ilha da Conceição, em Niterói. Segundo as investigações, os alvos são ligados a uma das maiores organizações criminosas do Rio de Janeiro e que, além do tráfico de drogas, atuam na distribuição clandestina de TV a cabo e de sinal de internet na região.

Polícia Civil cumpre mandados contra traficantes de Niterói

Cerca de oito pessoas foram presas na operação, nesta quinta-feira. Dez mandados de prisão foram cumpridos contra bandidos que já cumprem pena no sistema penitenciário.

A operação

A operação teve origem em uma investigação instaurada na 76ª DP (Centro de Niterói). Em um trabalho de inteligência e monitoramento, os agentes coletaram conversas telefônicas dos bandidos sobre a venda de drogas, comércio ilegal de armas e munições e outros delitos relacionados ao tráfico de drogas.

A investigação se expandiu para outras comunidades de Niterói dominadas pela organização criminosa que atua na venda de entorpecentes e na distribuição clandestina de TV a cabo e de sinal de Internet.

A ação tem apoio do Ministério Público. Além de comunidades de Niterói, a operação também acontece em endereços da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Milicianos

A Força-Tarefa da Polícia Civil de combate às milícias realizou operação, nesta quinta-feira, contra o braço financeiro da organização criminosa que atua nas comunidades do Aço, Rola, Antares e Cesarão, na Zona Oeste. Até o momento, sete pessoas foram presas, um depósito de gás clandestino foi fechado e centenas de botijões foram apreendidos. A ação conta com agentes das delegacias do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) e apoio de informações do Disque-Denúncia.

A operação tem como objetivo prender milicianos, asfixiar as fontes de renda e interromper comércios e serviços ilegais, que geram grande lucro e são explorados pela organização criminosa. Entre os crimes investigados estão: exploração de atividades ilegais controladas pela milícia; cobranças irregulares de taxas de segurança e de moradia; instalações de centrais clandestinas de TV a cabo e de Internet (gatonet/gatointernet); armazenamento e comércio irregular de botijões de gás e água; empresas de GNV ilegais; parcelamento irregular de solo urbano; exploração e construções irregulares, areais e outros crimes ambientais; comercialização de produtos falsificados; contrabando; descaminho; transporte alternativo irregular; estabelecimentos comerciais explorados pela milícia e utilizados para lavagem de dinheiro, entre outras ilegalidades.