Polícia deflagra operação para prender criminosos que atuam em comunidade de Duque de Caxias

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 25 de junho de 2021 as 13:13, por: CdB

Policiais civis da Delegacia de Roubo e Furtos (DRF), com apoio de agentes de outras unidades do Departamento-Geral de Polícia Especializada (DGPE), da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público, realizam a Operação Anura, nesta sexta-feira.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Policiais civis da Delegacia de Roubo e Furtos (DRF), com apoio de agentes de outras unidades do Departamento-Geral de Polícia Especializada (DGPE), da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público, realizam a Operação Anura, nesta sexta-feira.

Polícia Civil deflagra operação para prender criminosos que atuam em comunidade de Duque de Caxias

A ação tem como objetivo prender integrantes de uma organização criminosa que atua em comunidades de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, em especial no Complexo da Mangueirinha, onde a maior facção criminosa do estado atua. Até o momento, sete pessoas foram presas e armas foram apreendidas.

Durante a investigação, os agentes verificaram que a organização criminosa atua no tráfico de drogas, na prática de homicídios, roubos em diversas modalidades e, ainda, furtos a caixas eletrônicos utilizando explosivos.

A quadrilha

A quadrilha é liderada por um bandido que possui cinco mandados de prisão em aberto, inclusive, pelos crimes de latrocínio e assassinato. De acordo com as investigações, o acusado orientava seus comparsas a confrontar as forças policiais, matar seus desafetos e sumir com os corpos.

O trabalho de inteligência revelou que o tráfico de drogas da organização gerava grandes transtornos aos moradores, pois além de conviverem com o comércio de entorpecentes e colocação de barricadas na região, ainda viviam em meio a criminosos armados. Um dos casos registrados foi de uma criança que encontrou e devolveu uma granada perdida por traficantes da localidade.

Acusado de tráfico

Policiais civis da 65ª DP (Magé) prenderam um homem pelo crime de tráfico de drogas e associação para tráfico. Ele foi capturado no bairro Vila da Liberdade, em Magé, na Baixada Fluminense, após trabalho de inteligência e monitoramento.

De acordo com os agentes, a ação, que aconteceu na terça-feira, foi em cumprimento de mandado de prisão condenatória. O homem foi encaminhado ao sistema penitenciário e ficará à disposição da Justiça.

Cárcere privado

Policiais civis da 105ª DP (Petrópolis) prenderam em flagrante, na quinta-feira, um homem, de 32 anos, acusado de manter a ex-companheira em cárcere privado por 12 horas. O autor também estuprou, agrediu e ameaçou a vítima com uma faca.

Ele foi capturado no bairro Siméria, em Petrópolis, na Região Serrana, após monitoramento da 105ª DP. Segundo os agentes, a família da jovem comunicou o desaparecimento na unidade, pois estranhou o fato de ela não ter comparecido ao trabalho.

Após o registro de ocorrência na delegacia, os policiais realizaram diligências, encontraram a mulher na casa do autor e a resgataram. Ela estava em estado de choque. Com o acusado foi encontrada a faca utilizada nas ameaças.

Segundo os agentes, o homem é reincidente em crimes desta natureza e já foi indiciado, em 2020, por ter arrancado parte da orelha de uma mulher com quem mantinha outro relacionamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code