Polícia desarticula quadrilha de roubo e venda de partes de veículos

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 18 de março de 2020 as 12:29, por: CdB

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira uma operação para desarticular uma quadrilha especializada no roubo e na comercialização de partes e peças de veículos.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira uma operação para desarticular uma quadrilha especializada no roubo e na comercialização de partes e peças de veículos.

PF desarticula quadrilha de roubo e venda de partes de veículos
PF desarticula quadrilha de roubo e venda de partes de veículos

A operação visa a cumprir 15 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara de Organizações Criminosas e Lavagem de Dinheiro, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. A Operação Verus Dominus ocorre nas cidades de Arapiraca (AL), Barreiras (BA), Goiânia e Aparecida de Goiânia (GO), Castelo (ES), Sinop (MT), Erechim (RS), São Paulo, Guarulhos e Mogi das Cruz (SP).

Segundo a Polícia Federal, a partir da investigação descobriu-se que diversas partes de veículos estavam sendo encaminhadas a outros estados com a utilização de notas fiscais falsas. Os valores dessas notas fiscais podem ser de mais de R$ 400 milhões.

Empresas noteiras

“O esquema é conhecido como de ‘empresas noteiras’, que existem só no papel e são utilizadas de maneira criminosa para emitir documentos fiscais, com o objetivo de registrar a saída de mercadorias. Esse esquema é muito utilizado para acobertar cargas roubadas, como as que foram identificadas durante a investigação”.

As ações estão sendo concentradas em pessoas físicas e jurídicas, especialmente em galpões que podem estar sendo utilizados pela quadrilha para guarda e adulteração de veículos. “Nesses locais, caso sejam encontradas partes de veículos em situação irregular, há a possibilidade de realização de prisões em flagrante por receptação, formação de quadrilha e adulteração de sinais de veículos automotores”.

Combate a crimes

O combate ao crime organizado no estado de Alagoas tem agora a participação da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Portaria do ministério, autorizando a medida, está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

A atuação da secretaria será de apoio à Secretaria de Segurança Pública do estado, nas operações de enfrentamento às organizações criminosas. O trabalho será feito enquanto perdurarem as ações da Força-Tarefa, “podendo ser denunciado por qualquer dos partícipes mediante comunicação por escrito, com antecedência mínima de 30 dias”, diz a portaria.

De acordo com a norma, o apoio logístico será do governo do estado, que deverá dispor da infraestrutura necessária aos servidores do ministério. O contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela Coordenação-Geral de Combate ao Crime Organizado da Diretoria de Operações da Secretaria de Operações Integradas.

Quadrilha falsificava remédios

A Polícia Civil de São Paulo desmantelou na terça-feira uma quadrilha especializada em falsificar medicamentos de alto custo usados no tratamento contra o câncer.

A ação da polícia paulista ocorreu em apoio à do Piauí, que investigava a facção há cerca de dois meses.

A operação, que resultou na prisão de cinco pessoas em São Paulo, contou com a participação de agentes piauienses e equipes da 1ª Delegacia de Polícia Antissequestro (DAS), do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope) de São Paulo.

Cinco pessoas foram presas temporariamente. Na operação, a polícia apreendeu caixas de medicamentos, celulares e arquivos de computador.

O foco das investigações agora será a identificação e prisão de outros envolvidos no esquema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *