Polícia da Espanha deporta para a Argentina líder de torcida organizada do Boca

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 6 de dezembro de 2018 as 11:43, por: CdB

O líder foi encontrado na quarta-feira à noite e já foi enviado de volta para a Argentina, já que é considerado, segundo a polícia, um dos barras bravas mais “significativos e perigosos”.

Por Redação, com EFE – de Madri

A Polícia Nacional da Espanha deportou para a Argentina Maxi Mazzaro, um dos líderes dos barras bravas do Boca Juniors que estava em Madri.

A Polícia Nacional da Espanha deportou para a Argentina Maxi Mazzaro, um dos líderes dos barras bravas do Boca Juniors que estava em Madri

Fontes da Polícia espanhola informaram à agência EFE que Mazzaro foi pego dentro do esquema iniciado para garantir a segurança da partida de volta da final da Taça Libertadores, entre Boca e River Plate, que será realizada no próximo domingo na capital espanhola.

O líder foi encontrado na quarta-feira à noite e já foi enviado de volta para a Argentina, já que é considerado, segundo a polícia, um dos barras bravas mais “significativos e perigosos” e que conta, além disso, com uma longa lista de antecedentes criminais.

Maxi Mazzaro é um integrante violento de uma torcida dissidente de ‘La 12’, a principal organizada do Boca. Em 2013, após seis meses foragido, foi processado e acusado como um dos responsáveis pela morte de Ernesto Cirino, no bairro de Liniers em 29 de agosto de 2011. Ele ficou preso por um ano e meio, mas em 2014 foi absolvido junto com Mauro Martín, um dos dois chefes atuais da barra brava.

O outro chefe de ‘La 12’, Rafael di Zeo, obteve na quarta-feira de um tribunal de Buenos Aires a permissão para viajar para a Espanha, embora tenha o chamado “direito de admissão”, a proibição argentina de entrar no estádio.

River é recebido por cerca de 20 torcedores

A delegação do River Plate, que no próximo domingo realizará o segundo confronto da final da Taça Libertadores da América contra o arquirrival Boca Juniors, já está em Madri (Espanha), sendo recebido por aproximadamente 20 torcedores no hotel onde ficará hospedado.

A equipe comandada pelo técnico Marcelo Gallardo chegou por volta das 6h45 (horário local, 3h45 de Brasília) ao hotel Eurostars Madrid Tower, o mesmo que a seleção argentina ficou hospedado quando em março enfrentou a Espanha em amistoso.

Na parte da tarde, os jogadores farão o primeiro treinamento na capital espanhola, que será realizado no CT do Real Madrid, onde vai se preparar para a decisão contra o Boca, marcada para o estádio Santiago Bernabéu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *