Polícia prende homem que matou moradora de rua em Niterói

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 20 de novembro de 2019 as 12:22, por: CdB

De acordo com relatos de testemunhas, a vítima pedia dinheiro ao autor do crime quando foi atingida por disparos de arma de fogo.

Por Redação, com agências de notícias – do Rio de Janeiro

A Polícia Civil identificou e prendeu o autor do homicídio de Zilda Henrique dos Santos Leandro, praticado no Centro de Niterói no último sábado.

Homem mata a tiros moradora de rua após ela pedir esmola
Homem mata a tiros moradora de rua após ela pedir esmola

De acordo com relatos de testemunhas, a vítima pedia dinheiro ao autor do crime quando foi atingida por disparos de arma de fogo.

As equipes da Delgacia de Homicídios de Niterói – DHNSG – identificaram e chegaram até Aderbal Ramos de Castro após analisar imagens de câmeras fornecidas pelo CISP/Niterói e por edifícios e estabelecimentos próximos ao local do fato.

A arma utilizada na execução, um revólver calibre 38, estava com o investigado e foi apreendida.

Aderbal confessou o crime em sede policial, alegando que a vítima teria tentado praticar um roubo, versão absolutamente descartadas pelas imagens da execução do homicídio.

De acordo com a PM, a vítima era conhecida como Néia e estava pedindo R$ 1 ao homem que atirou contra ela. Depois de ser baleada, ela ainda chegou a ser socorrida pelos bombeiros para o Hospital Estadual Azevedo Lima, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A prisão temporária de Aderbal foi decretada no plantão judicial, após representação da Polícia Civil.

Zona Sul

Policiais da 14ª DP (Leblon) prenderam, na terça-feira, o eletricista Daniel de Andrade Lessa, 38 anos, acusado de praticar roubos na região.

Condenado a seis anos de prisão, ele foi surpreendido pelos policiais quando entrava em uma casa, para prestar serviços de eletricista, no Humaitá, na Zona Sul. Contra o acusado foi cumprido mandado de prisão, expedido pela Justiça, pelo crime de roubo.

Daniel também tem 15 anotações criminais por roubos, extorsão, furto a residência, ameaças, tentativa de estupro, entre outros delitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *