Polícia prende integrante de quadrilha de roubos a Caixa Econômica Federal

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 11 de outubro de 2019 as 14:28, por: CdB

O bandido é acusado de integrar uma organização criminosa responsável por diversos roubos a caixas eletrônicos.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Agentes da Polinter prenderam, na manhã dessa sexta-feira, próximo ao Bangu Shopping, André Marques Gullo, conhecido como Rosca ou Jiboia, após trabalho de monitoramento do setor de inteligência da unidade. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária.

Polícia prende integrante de quadrilha de roubos a Caixa
Polícia prende integrante de quadrilha de roubos a Caixa

Rosca é acusado de integrar uma organização criminosa responsável por diversos roubos a caixas eletrônicos, principalmente em agências da Caixa Econômica Federal situadas em Angra dos Reis. Entre suas funções, estavam o transporte e o fornecimento de armas antes e após os crimes, auxiliando os bandidos nas explosões aos dispositivos e na fuga.

Após os procedimentos, Rosca será encaminhado ao sistema prisional.

Traficante

Policiais da 78ª DP (Fonseca) e Policiais Militares da 3ª Cia do 12º BPM prenderam nesta sexta-feira, o traficante Gabriel Araújo dos Santos, vulgo Tiziu. Ele foi preso em uma operação conjunta após investigações que apontaram seu paradeiro.

De acordo com as investigações o traficante integra uma organização criminosa conhecida como “Bonde do Fuzil”. Contra ele havia dez mandados prisão preventiva pelos crimes de organização criminosa, associação criminosa, sequestro, roubo no interior de residência, roubo a estabelecimento comercial, roubo de veículo e roubo a transeunte.

O criminoso foi surpreendido e preso quando dormia na casa de sua mãe. Atualmente, ainda segundo investigações, ele ocupava destaque na hierarquia do tráfico de drogas na comunidade da Grota, em Niterói.

Estelionato

Agentes da 72ªDP (Mutuá) realizaram, nesta sexta-feira, no bairro Reserva do Peró, em Cabo Frio, na Região dos Lagos, o cumprimento de mandado de prisão de Edvaldo da Conceição Ferreira pelos crimes de furto qualificado e estelionato.

O homem, que já atuou em muitas localidades do Estado do Rio de Janeiro, possui uma extensa ficha criminal por diversos crimes, como furto, roubo, estelionato e falsificação de documento público.
Edvaldo será encaminhado ao sistema prisional.

Lavagem de dinheiro

Em operação na quinta-feira, o Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu os líderes de uma quadrilha envolvida em crimes de estelionato, contra a ordem econômica e as relações de consumo e lavagem de dinheiro. Os presos foram os empresários Roniel Cardoso dos Santos, encontrado em casa, no bairro do Anil, em Jacarepaguá, e Charleylson Bezerra da Silva, que estava no Nordeste.

A ação inclui o sequestro dos bens e contas bancárias de pessoas físicas e jurídicas, no valor de quase R$ 50 milhões. Foram cumpridos seis mandados de prisão temporária e 36 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, no Maranhão, em Brasília e em São Paulo.

A investigação apontou ainda o envolvimento dos empresários Gabriel Almeida Piquet de Oliveira, Luciene Assunção Silva e Luana Cardoso e de mais sete pessoas nos crimes de estelionato e lavagem de dinheiro.

A quadrilha procurava servidores públicos, principalmente aposentados e pensionistas, para que fizessem empréstimos consignados e aplicassem o valor em investimentos fictícios, com a promessa de ganhos vultosos e incompatíveis com a realidade do mercado.

A quadrilha pagava às vítimas pequenos lucros do suposto investimento nos primeiros meses, mas depois as lesava, sem devolver todo o montante aplicado. Para atrair clientes, o grupo exibia as empresas em redes sociais, com anúncio de lucros muito acima dos de mercado, e atraía investidores com a oferta de aplicações sedutoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *