Polícia interdita uma fábrica clandestina de azeite em Maricá

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 25 de agosto de 2021 as 14:16, por: CdB

De acordo com as investigações, nos tanques da fábrica eram misturados 4 mil litros de óleo de soja para cada mil litros de azeite. Desta forma, as garrafas falsificadas eram vendidas com lucro de 400%. 

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Uma equipe da 82ª DP (Maricá) interditou na terça-feira, uma fábrica clandestina que adulterava azeites importados. Segundo as investigações, o produto era retirado da garrafa, misturado a óleo de soja, engarrafado novamente e vendido aos clientes.
Polícia Civil interdita uma fábrica clandestina de azeite em Maricá
Os agentes chegaram até a empresa, que funcionava em Itaipuaçu, no município de Maricá, no mês passado. Após apreender o material, uma perícia foi realizada, e o laudo apontou que o azeite estava adulterado.
De acordo com as investigações, nos tanques da fábrica eram misturados 4 mil litros de óleo de soja para cada mil litros de azeite. Desta forma, as garrafas falsificadas eram vendidas com lucro de 400%.
Os proprietários da empresa podem ser indiciados por crimes contra a economia popular e relação de consumo e contra a propriedade industrial. A pena pode passar de cinco anos de prisão.

Receptação de telefone celular

A equipe da 57ª DP (Nilópolis) prendeu em flagrante, na segunda-feira, um homem acusado de receptação de um aparelho celular, furtado em julho deste ano. Ele foi localizado no bairro Olinda, em Nilópolis, na Baixada Fluminense.

De acordo com os agentes, o homem foi encontrado após consulta do número de IMEI do aparelho junto à operadora de telefonia, o que possibilitou o rastreamento do celular. Em depoimento, ele tentou ocultar a origem ilícita do objeto.

O autor foi autuado por receptação e encaminhado para o sistema penitenciário, onde ficará à disposição da Justiça.

Homicídio

Agentes da 54ª DP (Belford Roxo) prenderam, na segunda-feira, um homem acusado de homicídio. Ele foi localizado no bairro Vila Medeiros, em frente ao hospital municipal daquela cidade, após informações obtidas pelo setor de inteligência da unidade policial.

De acordo com os policiais, o acusado não ofereceu resistência. Após a ação, ele foi conduzido para a sede policial, onde foi cumprido um mandado de prisão. O homem foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code