Polícia Militar apreende 215 kg de drogas em comunidades do Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 16 de novembro de 2018 as 11:53, por: CdB

Segundo a PM, houve confronto entre policiais e criminosos e um suspeito foi baleado e encaminhado ao Hospital Federal de Bonsucesso, também na Zona Norte da cidade. Não há informações sobre seu estado de saúde.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Cerca de 215 kg de drogas em tabletes foram apreendidos nesta sexta-feira pela Polícia Militar (PM) durante operação nas comunidades de Manguinhos, Mandela e Varginha, todas na Zona Norte do Rio. Foram recolhidas ainda 21 granadas, uma balança de precisão, um caderno de anotações e uma pistola.

Cerca de 215 kg de drogas em tabletes foram apreendidos nesta sexta-feira pela Polícia Militar

Segundo a PM, houve confronto entre policiais e criminosos e um suspeito foi baleado e encaminhado ao Hospital Federal de Bonsucesso, também na Zona Norte da cidade. Não há informações sobre seu estado de saúde.

A operação, que ainda está em andamento, tem o objetivo de coibir o tráfico de drogas e grupos armados. Os agentes também retiram barricadas montadas pelo tráfico para dificultar as ações policiais.

Para isso, unidades do Comando de Operações Especiais (COE), Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Batalhão de Polícia de Choque (BpChq), Grupamento Aeromóvel (GAM) e Batalhão de Ações com Cães (BAC) dão suporte à ação.

Operação integrada

Cerca de 3 mil militares das Forças Armadas participaram na quarta-feira de uma operação integrada com as polícias estaduais em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Segundo o Comando Conjunto, que coordena a ação em apoio à Secretaria de Estado de Segurança, foram convocados para a ação 3 mil militares, 130 policiais civis e 250 policiais militares. São empregados veículos blindados e aeronaves.

A ação inclui revistas, verifica denúncias, busca remover barricadas e cumprir mandados de prisão.

Os agentes atuam em uma área que soma 117 mil habitantes e inclui as localidades de Palmeira, Castelar, Vilar Novo, Santa Amélia, Morro da Fonte, São Leopoldo, Gogó da Ema, Bom Pastor, Parque São Vicente, Parque Floresta, Morro da Galinha, Morro da Caixa D’Água, Morro do Machado, Guaxa, Parque Roseiral, Vale do Ipê, Parque São José e Santa Teresa.

Para a realização da operação, vias e acessos à região poderão ser interditados.

PF inaugura Delegacia de Imigração

A partir de terça-feira, o Aeroporto Santos Dumont, um dos principais do Rio de Janeiro, contará com a Delegacia de Imigração da Polícia Federal (Delemig). A expectativa é de que o novo polo atenda a pelo menos 700 pessoas por dia, segundo o superintendente da PF no Rio,Ricardo Saad.

– Com a mudança da Delegacia de Imigração para o Santos Dumont, temos certeza de que a qualidade do serviço melhorará ainda mais porque o acesso aqui é fácil à população, e nós temos uma estrutura muito boa que foi construída – explica Saad.

Os principais serviços oferecidos pela Delemig são emissão e renovação de passaporte, além de serviços referentes ao Registro Nacional de Estrangeiros (RNE). O horário de atendimento é das 7h às 17h, para assuntos ligados a passaportes, e das 8h às 17h, para o RNE.

Embora a inauguração oficial da Delemig no Santos Dumont tenha tenha sido na manhã de hoje, a delegacia já funcionava no local desde o dia 5 deste mês, em sistema de transição. Anteriormente, as atividades relacionadas à imigração eram realizadas no Aeroporto Internacional do Galeão, onde a Delemig estava alocada.

– A delegacia já está em pleno funcionamento aqui [no Santos Dumont], mas continuamos com a Delegacia do Aeroporto Internacional RioGaleão, onde todos esses serviços poderão ser prestados também – acrescentou o superintendente da PF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *