Polícia faz operação contra pedofilia no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 28 de agosto de 2019 as 13:17, por: CdB

Os alvos são investigados por receber ou enviar esses arquivos de pedofilia por meio do aplicativo de mensagens instantâneas.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais civis do Rio de Janeiro cumpriram nesta quarta-feira mandados de busca e apreensão contra 13 suspeitos de compartilhar fotos e vídeos contendo pornografia infanto-juvenil, pór meio de um grupo de WhatsApp.

Polícia Civil faz operação contra pedofilia no Rio de Janeiro

Os alvos são investigados por receber ou enviar esses arquivos de pedofilia por meio do aplicativo de mensagens instantâneas, de acordo com a Polícia Civil.

Investigação da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima identificou que o grupo, formado por homens e mulheres, tem ramificações inclusive fora do país.

Os mandados estão sendo cumpridos na capital e em municípios da região metropolitana (Itaguaí, Nova Iguaçu e São Gonçalo) e do interior (Miracema, Campos dos Goytacazes, Araruama, Silva Jardim, Barra Mansa).

Abuso sexual infantil

Agentes da Polícia Federal cumpriram na semana passada mandado de busca e apreensão de homem que compartilhava arquivos com cenas de abuso sexual de crianças e de adolescentes em rede internacional há cerca de um ano.

O homem trabalhava como técnico de som em uma boate e vivia com mulher e filha. Ele foi preso em casa, no bairro da Freguesia de Jacarepaguá, zona oeste do Rio.

Com ele, foi encontrado um notebook contendo inúmeros arquivos com cenas de violência sexual contra crianças, o que configura crime, com base no artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), razão pela qual foi preso em flagrante.

Todos os equipamentos apreendidos serão encaminhados para a perícia técnica para aprofundamento das investigações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *