Polícia paulista apura se grupo nazifascista ateou fogo a um morador de rua

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 5 de janeiro de 2020 as 17:05, por: CdB

O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, na madrugada deste domingo, após a meia-noite, informou a Polícia Militar. O caso foi registrado no 56º Distrito Policial como lesão corporal dolosa.

 

Por Redação – de São Paulo

Um morador de rua de 39 anos, cujo nome não foi informado, sofreu queimaduras enquanto dormia na rua Celso de Azevedo Marques, na Mooca, Zona Leste da capital paulista. A polícia agora investiga se o incêndio, que em princípio foi criminoso, teria a participação de grupos neofascistas paulistanos que teriam deixado um galão de gasolina no local, após a fuga.

Moradores de rua, em São Paulo, correm risco de agressões cometidas por pessoas ou grupos nazifascistas
Moradores de rua, em São Paulo, correm risco de agressões cometidas por pessoas ou grupos nazifascistas

O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, na madrugada deste domingo, após a meia-noite, informou a Polícia Militar. O caso foi registrado no 56º Distrito Policial como lesão corporal dolosa.

Segundo a Polícia Militar, a vítima apresentava ferimentos nas pernas, tórax, face e vias aéreas. O homem foi encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital Tatuapé. A reportagem do Correio do Brasil não conseguiu obter mais informações sobre o estado de saúde da vítima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *