Polícia prende flanelinhas acusados de extorsão no acesso ao Corcovado 

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 27 de abril de 2021 as 13:36, por: CdB

 

A Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat) e várias unidades especializadas da Polícia Civil realizaram, nesta terça-feira, a Operação Redentor contra flanelinhas que cobram estacionamento de forma extorsiva na Praça São Judas Tadeu, no Cosme Velho, no acesso ao Corcovado, Zona Sul carioca.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

A Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat) e várias unidades especializadas da Polícia Civil realizaram, nesta terça-feira, a Operação Redentor contra flanelinhas que cobram estacionamento de forma extorsiva na Praça São Judas Tadeu, no Cosme Velho, no acesso ao Corcovado, Zona Sul carioca. Cinco pessoas foram presas até o momento. A ação tem como objetivo cumprir mandados de prisão.

Flanelinhas acusados de extorsão no acesso ao Corcovado são presos

De acordo com as investigações, os acusados agiam no local cobrando estacionamento de visitantes do Cristo Redentor por meio de coação, violência e ameaças. Por conta disso foram indiciados e denunciados por associação criminosa e extorsão.

A 1ª fase da operação aconteceu em setembro do ano passado, quando os agentes prenderam dez pessoas. Na ocasião, a Guarda Municipal da Prefeitura do Rio e o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTUR) da Polícia Militar apoiaram a iniciativa.

Após essa primeira ação, um inquérito foi instaurado para desbaratar a quadrilha. Durante a investigação, turistas prestaram depoimentos, e provas e vídeos que flagraram a ação dos flanelinhas foram coletados.

Crime de receptação qualificada

Policiais civis da 06ª DP (Cidade Nova) prenderam, na segunda-feira, um acusado pelo crime de receptação qualificada. Ele foi detido na Praça Seca, após trabalho de inteligência e monitoramento.

De acordo com os agentes o acusado disse trabalhar com reparos e vendas de celulares e afirmou ter comprado o telefone para revenda e por um preço abaixo do mercado.

O preso foi encaminhado ao sistema penitenciário e está à disposição da Justiça.

Casal de traficantes

Policiais civis da 126ª DP (Cabo Frio) prenderam, nesta terça-feira, um casal por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Eles foram capturados em um condomínio de luxo no Guriri, em Cabo Frio, Região dos Lagos.

De acordo com as investigações, o casal é oriundo de Salvador, na Bahia, e veio para o Rio de Janeiro para atuar no tráfico de drogas. O homem tem diversas anotações criminais na Bahia e responde até por homicídio.

Além das prisões, os agentes da 126ª DP também cumpriram mandado de busca e apreensão no imóvel. As investigações prosseguem para analisar o material apreendido e identificar outros envolvidos nos crimes.