Polícia prende integrante do Terceiro Comando

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 1 de agosto de 2019 as 14:50, por: CdB

Os agentes informaram que Rafael é integrante da facção criminosa Terceiro Comando e possui quatro anotações criminais.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Policiais civis da 56ª DP (Comendador Soares) com objetivo de reprimir o tráfico de drogas na circunscrição da Unidade, nesta quinta-feira, realizaram incursão, na comunidade localizada em Jardim Nova, e prenderam através de mandado de prisão, Rafael Rosa Brito de Carvalho.

O autor foi capturado no interior da residência e não ofereceu resistência

Os agentes informaram que Rafael é integrante da facção criminosa Terceiro Comando e possui quatro anotações criminais por associação para o tráfico de drogas e roubo. O autor foi capturado no interior da residência e não ofereceu resistência.

O preso será encaminhado ao sistema penitenciário onde estará à disposição da Justiça.

Operação

A Policia Civil, realizou, nesta quinta-feira, nos entornos da Cidade da Polícia, em Manguinhos, Zona Norte, uma operação para garantir o ordenamento urbano da área e realizar ações fiscalizatórias dos demais seguimentos do poder público.

Durante a ação foram multados e rebocados 16 veículos que se encontravam estacionados irregularmente nas calçadas que cercam a Cidade da Polícia, nas Avenidas Dom Hélder Câmara e dos Democráticos.

A ação contou com a colaboração da Prefeitura Municipal (Secretaria de Ordem Pública).

Tráfico de drogas

O Comando de Operações da Polícia Militar (COE) realizou uma grande operação contra o tráfico de drogas nas comunidades que integram o Complexo da Maré, zona norte do Rio.

Na ação, duas pessoas foram mortas em confronto com os militares da tropa de elite da corporação. Eles chegaram a ser levados para o Hospital Federal de Bonsucesso, mas não resistiram aos ferimentos. Duas pistolas automáticas foram apreendidas com as vítimas.

No Parque União, os militares do Batalhão de Ações com Cães apreenderam mais de duas toneladas de maconha, duas metralhadoras, uma carga com mais de mil caixas de remédios, além de quatro patinetes elétricos roubados, várias carteiras de identidade e cartões de crédito. Todo o material apreendido foi encaminhado para a Cidade da Polícia, no bairro do Jacaré, onde será feito o flagrante.

Na operação participaram equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Batalhão de Ações com Cães, Choque e Grupamento Aeromóvel, com o uso de um helicóptero blindado para dar suporte às equipes de terra.

Policiamento

O Gabinete de Intervenção Federal (GIF) entregou na quinta-feira,como legado da intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, iniciada em fevereiro do ano passado, 2.892 viaturas para as polícias Militar e Civil. Os veículos serão usados no patrulhamento ostensivo e repressivo, a cargo da PM e também para a perícia técnica e investigação dos crimes contra a pessoa e de patrimônio, a cargo da Polícia Civil.

A intervenção federal foi até o dia 31 de dezembro de 2018, mas os equipamentos para a área de segurança continuam sendo entregues pelo GIF, dentro da verba de R$ 1,2 bilhão, liberada pelo governo federal para a implantação do programa.

O ex-interventor federal na segurança pública do Estado do Rio, general Walter Braga Netto, disse que o investimento em equipamentos contribui para melhorar a eficiência do trabalho policial.

– Deixamos um legado tangível e intangível que continua dando frutos. Ao realizar esta entrega simbólica, dentre tantas outras que já aconteceram e estão por vir, temos a sensação de missão cumprida. Estou seguro de que estes investimentos trarão o fôlego necessário para melhorar, ainda mais, a eficiência das polícias e implementar ações – avaliou Braga Netto.

O governador Wilson Witzel disse que os veículos serão distribuídos para as duas instituições até outubro, depois de receberem rádios de comunicação e outros equipamentos.

– Estamos passando por uma grave crise financeira não só no estado do Rio de Janeiro, mas no Brasil. Então, cabe a nós usar bem aquilo que estamos recebendo. É com estes equipamentos que vamos continuar defendendo a liberdade das nossas famílias que querem sair à noite, se divertir e voltar para casa – o governador.

A Secretaria de Polícia Militar recebeu 1.071 viaturas Toyota Corolla e 588 picapes. Já a Secretaria de Polícia Civil foi contemplada com 1.233 veículos Toyota Corolla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *