Polícia prende suspeito de divulgar pornografia infantil no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 4 de maio de 2022 as 12:49, por: CdB

O suspeito, de acordo com a PF, usava uma sala virtual de bate-papo para divulgar os arquivos proibidos. Os equipamentos usados pelo homem foram apreendidos e serão submetidos a uma perícia, para coleta de provas.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais federais prenderam nesta quarta-feira, em flagrante, um suspeito de divulgar conteúdos de pornografia infantil pela internet, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. Ele foi preso durante cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio, em inquérito que investiga o crime.

PF prende suspeito de divulgar pornografia infantil no Rio

Segundo a Polícia Federal (PF), ele já tinha trabalhado com educação infantil e havia sido processado pelo crime de divulgar fotos e vídeos contendo exploração sexual de crianças e adolescentes.

Sala virtual de bate-papo

O suspeito, de acordo com a PF, usava uma sala virtual de bate-papo para divulgar os arquivos proibidos. Os equipamentos usados pelo homem foram apreendidos e serão submetidos a uma perícia, para coleta de provas.

A pena para o crime varia entre três e seis anos de prisão, além de multa. A ação faz parte da campanha Maio Laranja, de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Morte de menina

Uma força-tarefa da Polícia Federal e da Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quarta-feira um suspeito de matar a menina Karina Sobral de Souza, de 9 anos, em Angra dos Reis, no sul fluminense. A criança foi atingida por uma bala perdida na noite do último domingo, no bairro de Volta Fria.

O homem, suspeito de disparar o tiro que atingiu acidentalmente a menina, estava escondido na casa do pai, em São Gonçalo, na região metropolitana fluminense.

De acordo com a Polícia Civil, o homem teria atirado contra um usuário de drogas que devia dinheiro ao grupo criminoso do qual o suspeito faria parte. A bala acabou atingindo Karina.

Terça-feira, outro suspeito de participar da ação criminosa que resultou na morte da menina foi preso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code