Polícia realiza operação contra tribunal do tráfico no Rio

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 27 de maio de 2021 as 13:56, por: CdB

 

Policiais civis, com o apoio de agentes de outras delegacias do Departamento-Geral de Polícia da Capital, realizaram, nesta quinta-feira, a Operação Villegagnon, contra traficantes da maior organização criminosa do Estado, que atuam em Coelho Neto, Zona Norte do Rio.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

Policiais civis da 33ª DP (Realengo), com o apoio de agentes de outras delegacias do Departamento-Geral de Polícia da Capital, realizaram, nesta quinta-feira, a Operação Villegagnon, contra traficantes da maior organização criminosa do Estado, que atuam em Coelho Neto, Zona Norte do Rio.

Polícia Civil realiza operação contra tribunal do tráfico em Coelho Neto

As investigações, que tiveram início em 2019, apontaram que esse grupo formou um tribunal do tráfico responsável por diversas execuções, entre elas a de um entregador de farmácia, morto em janeiro deste ano. Até o momento, sete pessoas foram presas.

Segundo apurado pela equipe da 33ª DP, os criminosos promoveram diversos confrontos na região. Ao longo de sete meses de investigação, foram identificados traficantes que atuavam na comunidade Proença Rosa, sob influência do complexo do Chapadão, e que estabeleceram bocas de fumo (esticas) em ruas residenciais no bairro de Coelho Neto.

Ao todo, os agentes buscam cumprir 24 mandados de prisão. Alguns dos alvos da operação já foram presos ao longo das investigações.

Os traficantes, de acordo com as informações obtidas pela delegacia, estão aterrorizando a população do local, atuando com violência e intimidação. No caso do entregador de farmácia, a execução teve motivo torpe, pois ele estaria realizando uma entrega na região, embora residisse em local dominado por uma facção rival. As ameaças e intimidações foram postadas pelos criminosos em redes sociais antes da execução da vítima.

Receptação de automóvel furtado

Policiais civis da 41ª DP (Tanque) prenderam em flagrante, na terça-feira, três homens acusados de receptação de um automóvel que havia sido furtado na região de Nilópolis uma semana antes. A prisão ocorreu no momento em equipes da unidade realizavam diligencias para cumprir um mandado de prisão contra um traficante foragido da Justiça.

De acordo com os agentes, durante diligências pelas ruas de Nilópolis, eles abordaram um caminhão reboque transportando um veículo suspeito que estava semi desmontado e sem placas de identificação. O condutor do caminhão foi interrogado e narrou que transportava o veículo por solicitação de um cliente que morava naquele município até um ferro-velho localizado em Nova Iguaçu. Os policiais foram até a residencia do cliente que confessou que o veículo era furtado e que, após desmontá-lo, ofereceu as peças para o ferro velho.

Ainda de acordo com os agentes, equipes da unidade foram ao ferro-velho, no bairro Santa Catarina, onde encontraram outras peças do carro rebocado e o proprietário.

Ao ser interrogado, o dono do ferro-velho assumiu que tinha comprado peças do veículo, mas não apresentou documentos de origem do veículo e nem das peças que estavam no local. Todos os três autores foram conduzidos junto com as peças furtadas para a sede policial, onde foi formalizada a prisão e apreensão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code