Polícia e Receita realizam ação contra produtos piratas no Centro do Rio

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 27 de janeiro de 2021 as 14:20, por: CdB

A Polícia Civil e Receita Federal realizaram, nesta quarta-feira, uma operação de repressão à pirataria em duas lojas na Rua Buenos Aires, no Centro do Rio de Janeiro. Nos estabelecimentos foram apreendidas mercadorias avaliadas em R$ 2 milhões.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

A Polícia Civil e Receita Federal realizaram, nesta quarta-feira, uma operação de repressão à pirataria em duas lojas na Rua Buenos Aires, no Centro do Rio de Janeiro. Nos estabelecimentos foram apreendidas mercadorias avaliadas em R$ 2 milhões, principalmente acessórios para aparelhos de telefone celular.

Polícia Civil e Receita federal realizam ação contra produtos piratas no Centro do Rio

O trabalho é coordenado pela Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal na Sétima Região Fiscal (RJ/ES) e contou com o apoio de equipes da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil. Também participaram representantes de escritórios de advocacia das marcas estampadas nos produtos.

Milícia

A Força-Tarefa de combate às milícias da Polícia Civil, por meio da Delegacia do Consumidor (Decon), interditou, na terça-feira, um centro de distribuição e comércio de cestas básicas em Itaboraí. O dono do estabelecimento foi preso em flagrante.

No local, foram encontrados produtos armazenados de forma irregular, ausência de autorização para funcionamento, entre outras irregularidades. Todo o material encontrado foi apreendido.

A operação é mais uma ação da Força-Tarefa da Polícia Civil, que tem o objetivo de asfixiar as fontes de renda e interromper o comércio ilegal das milícias.

Extorsão

Policiais civis da 19ª DP (Tijuca) prenderam em flagrante, na terça-feira, dois acusados de extorsão. Segundo as investigações, atraídos por uma oferta de recompensa publicada pela vítima em redes sociais pedindo informações sobre o paradeiro de seu cachorro de estimação, que foi levado durante um roubo de veículo na BR-101, os homens se passaram por traficantes e exigiram dinheiro em troca de pistas da localização do animal.

De acordo com a equipe da 19ª DP, o dono do cão acreditou nas informações repassadas pela dupla e fez transferências bancárias parceladas. A vítima ficou com medo e procurou a polícia. Com base nos dados das mensagens enviadas pelos homens, os agentes conseguiram identificar, rastrear e prender em flagrante os acusados pelo crime de extorsão.

Na delegacia, os policiais descobriram que eles utilizavam um aparelho de telefone celular roubado, onde também foram autuados por receptação. A dupla foi encaminhada ao presídio e estão à disposição da Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code