Polícia do Rio afasta agentes envolvidos em ação que resultou na morte de jovem

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 9 de maio de 2022 as 11:52, por: CdB

O jovem, que tinha deficiência intelectual, segundo a família, foi baleado na noite de sexta-feira quando ia ao barbeiro, na comunidade da Barreira do Vasco, na Zona Norte do Rio.  Moradores da comunidade relataram ter visto policiais militares à paisana próximo do local onde Ruan foi baleado.

Por Redação, com ABr e ACS – do Rio de Janeiro

Policiais militares (PM) envolvidos em uma operação que resultou na morte de Ruan do Nascimento, de 27 anos, foram afastados do serviço nas ruas. A decisão foi tomada depois de a 1ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar abrir procedimento apuratório contra os agentes.

Ruan do Nascimento, 27 anos, foi baleado

O jovem, que tinha deficiência intelectual, segundo a família, foi baleado na noite de sexta-feira quando ia ao barbeiro, na comunidade da Barreira do Vasco, na Zona Norte do Rio. 

Moradores da comunidade relataram ter visto policiais militares à paisana próximo do local onde Ruan foi baleado.

A PM informou que policiais militares do Batalhão de São Cristóvão (4º BPM) foram à comunidade para checar um local de comercialização ilegal de cobre. Durante a checagem, houve confronto armado, segundo a polícia

Ainda de acordo com a PM, depois do tiroteio houve apreensão de uma granada e papelotes de crack. Os policiais também encontraram um homem ferido e o encaminharam ao Hospital Souza Aguiar.

A PM não informou, no entanto, a identidade do homem levado por eles ao hospital.

O caso também está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios, que ouviu os policiais envolvidos na ação e apreendeu suas armas, para a realização de perícia.

Homem que refinava entorpecentes em Copacabana é capturado

Policiais civis da 12ª DP (Copacabana) prenderam em flagrante, no domingo, um homem acusado de tráfico de entorpecentes e porte de arma de fogo de uso permitido. Na residência dele, no bairro de Copacabana, Zona Sul do Rio, o criminoso tinha material químico para refiro de drogas, bem como material para sua endolação.

O homem já vinha sendo monitorado pela equipe da 12ª DP e também era investigado pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE). Na madrugada de domingo, ele foi abordado pelos agentes na posse de uma pistola, de maconha e de droga sintética conhecida como MD.

Após a captura, foi representada por medida cautelar de busca e apreensão na residência dele. No local, foi apreendida vasta quantidade de MD e cocaína, além do material para refino e endolação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code