Polícia do Rio faz ação contra suspeitos de extorquir políticos com fake news

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 21 de dezembro de 2020 as 12:05, por: CdB

Policiais da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática da Polícia Civil fluminense cumpriram nesta segunda-feira mandados de busca e apreensão contra suspeitos de extorquir políticos por meio da ameaça de divulgação de notícias falsas (fake news) contra eles.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática da Polícia Civil fluminense cumpriram nesta segunda-feira mandados de busca e apreensão contra suspeitos de extorquir políticos por meio da ameaça de divulgação de notícias falsas (fake news) contra eles.

Polícia faz ação contra suspeitos de extorquir políticos com fake news
Polícia faz ação contra suspeitos de extorquir políticos com fake news

Os alvos da operação desta segunda-feira são suspeitos de controlar duas dezenas de páginas em redes sociais, que eram usadas para ameaçar deputados, vereadores e prefeitos.

Os suspeitos cobravam políticos

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos cobravam políticos para anunciar em suas páginas. Quando as vítimas se recusavam a pagar, se tornavam alvos de ataques constantes por meio da divulgação de notícias falsas contra elas.

As páginas de falsas notícias usadas nos crimes atuavam em municípios de Magé até Paraty, na Região da Costa Verde, com atuação mais intensa em cidades da Baixada Fluminense.

Tráfico de drogas

Policiais civis da 108ªDP (Três Rios), em operação conjunta com policiais militares do 38ª BPM, prenderam em flagrante, no domingo, um homem por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Segundo os agentes, com o criminoso foi encontrada uma pistola calibre 6.35, setenta pinos de cocaína, seis pedras de crack e dez tabletes de maconha. Ele estaria comercializando drogas e ameaçando moradores da comunidade Santa Cecília.

Casal

Policiais civis da 34ª DP (Bangu) prenderam, no domingo um casal acusado de homicídio qualificado. Eles foram capturados na localidade conhecida como 48, em Bangu, após monitoramento do Setor de Inteligência da unidade policial.

Os presos tinham mandados de prisão expedidos pela 2ª Vara Criminal da Capital. De acordo com os agentes, as investigações concluíram que a mandante pretendia ficar com a pensão da vítima, por ser sua ex-mulher, e ainda se beneficiar de um seguro. O executor do crime seria o seu amante.