Polícia do Rio faz ação contra suspeitos de violência doméstica

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 9 de dezembro de 2020 as 14:31, por: CdB

Policiais civis do Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM) da Polícia Civil do Rio de Janeiro fizeram nesta quarta-feira uma operação para cumprir mandados de prisão contra suspeitos de violência contra a mulher.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais civis do Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM) da Polícia Civil do Rio de Janeiro fizeram nesta quarta-feira uma operação para cumprir mandados de prisão contra suspeitos de violência contra a mulher. Também são alvos da operação pessoas em débito com pensão alimentícia.

Polícia faz ação contra suspeitos de violência doméstica no Rio
Polícia faz ação contra suspeitos de violência doméstica no Rio

Até as 7h10 desta quarta-feira, 20 pessoas já tinham sido presas, de acordo com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Além de se cumprir a lei, a ação contra devedores de pensão alimentícia tem o objetivo de chamar a atenção para a paternidade irresponsável, em que o pai foge da obrigação de cuidar de seus filhos.

“De acordo com a diretora do DGPAM, delegada Sandra Ornellas, conforme dados do Instituto Brasileiro de Direito de Família, em 2019 havia no Brasil 5,5 milhões de crianças sem pai declarado em seus registros. A irresponsabilidade paternal faz com que a mulher acabe tendo que arcar sozinha com a responsabilidade relacionada aos filhos”, diz a nota da Polícia Civil.

A ação contou com a participação das 14 delegacias especiais de Atendimento à Mulher do estado do Rio.

Crime organizado

A Polícia Civil prendeu na terça-feira, em  Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, oito integrantes de uma quadrilha responsável por crimes de homicídio, tráfico de drogas e estupro de vulnerável. A ação contou com apoio de policiais militares do 8º batalhão da PM, de Campos. A Justiça determinou o cumprimento de 23 mandados de prisão e busca e apreensão, sendo 17 deles na região central de Campos e outros seis em Guarus, um bairro dominado por uma facção criminosa ligada ao tráfico de drogas. Os outros suspeitos não foram localizados.

Entre os presos estão três menores de idade e uma mulher, de 52 anos de idade, investigada por tráfico de entorpecentes. Essas prisões foram realizadas em Guarus. Com os detidos, a polícia apreendeu um revólver, munição e uma motocicleta.

Em nota, a Polícia Civil informou que o  trabalho ocorreu após coleta de informações pelo setor de Inteligência da delegacia de Campos e contou com o apoio de policiais militares do 8º BPM. Entre os crimes praticados pelos presos estão homicídio qualificado, tráfico de drogas, estupro de vulnerável e lesão corporal decorrente de violência doméstica.

A nota diz ainda que “para realizar a ação, os agentes saíram da delegacia por volta de 5h da manhã e percorreram vários bairros do município. Os presos foram conduzidos para a sede da 134ª delegacia policial  (Campos dos Goytacazes) . Os maiores de idade serão transferidos para o sistema prisional, onde ficarão  à disposição da Justiça”.

Os três menores de idade cumprirão medida socioeducativa. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), dependendo do crime, os menores de 18 anos, podem ficar internados em estabelecimento educacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code