Polícia do Rio interdita clínica de estética clandestina

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 2 de setembro de 2020 as 11:58, por: CdB

Policiais civis interditaram, uma clínica estética que fazia lipoaspirações clandestinas, na cidade do Rio de Janeiro. Na ação, feita pela Delegacia do Consumidor (Decon), foram presos em flagrante um médico e uma esteticista.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais civis interditaram, na terça-feira, uma clínica estética que fazia lipoaspirações clandestinas, na cidade do Rio de Janeiro. Na ação, feita pela Delegacia do Consumidor (Decon), foram presos em flagrante um médico e uma esteticista.

Médico e esteticista foram presos em flagrante
Médico e esteticista foram presos em flagrante

De acordo com a Polícia Civil, os profissionais realizavam os procedimentos sem higiene em um local que só tinha autorização para realizar depilações e maquiagens.

Na hora da ação, três pacientes estavam deitadas em macas com procedimentos de lipoaspiração já iniciados. Elas foram encaminhadas ao hospital.

O médico preso em flagrante teve seu registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) cassado há cinco anos. Ele ainda tem anotações por crimes como homicídios, falsidade ideológica, estelionato, lesão corporal e exercício ilegal de medicina.

Furto

Policiais da 57ª DP (Nilópolis) prenderam na terça-feira uma mulher condenada por furto. Contra ela há um mandado de prisão condenatória expedido pelo Juizado Especial Criminal de Jacarepaguá.

De acordo com as investigações ela possui 12 anotações criminais por furto e lesão corporal. Ela, segundo as investigações, seria uma furtadora contumaz de supermercados da região da Barra da Tijuca e Jacarepaguá. Ela foi presa em casa e encaminhada ao sistema penitenciário onde ficará à disposição da justiça.

Um homem acusado de participar do tráfico de drogas em Nilópolis e Mesquita e membro da maior facção criminosa do Rio foi preso na terça-feira por policiais da 57ª DP (Nilópolis).

Contra ele há um mandado de prisão condenatória expedid pela Vara Criminal de Mesquita. Ele foi encaminhado ao sistema prisional onde está à disposição da justiça.

Policiais da 42ª DP (Recreio) prenderam uma mulher que tinha contra ela um mandado de prisão da Justiça Federal. Ela foi presa no Recreio dos Bandeirantes e não resistiu à prisão. A acusada foi encaminhada ao sistema prisional onde ficará à disposição da justiça.