Polícia do Rio cumpre mandados de prisão ligados ao assassinato de Marielle Franco

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 13 de dezembro de 2018 as 13:48, por: CdB

A Polícia Federal já ofereceu ajuda nas investigações sobre o crime e conseguiu recentemente ter acesso às investigações da polícia Fluminense.

Por Redação, com Reuters – do Rio de Janeiro

A polícia cumpre mandados de prisão e busca e apreensão nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, relacionados ao assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes em março desse ano, segundo uma fonte da área de segurança do Rio de Janeiro.

Polícia cumpre mandados de prisão ligados ao assassinato de Marielle Franco

– Não há por enquanto indicação de mandados contra políticos. São medidas contra grupos paramilitares e criminosos, e parte desse grupo tem a ver com a morte da vereadora Marielle Franco – disse a fonte sob a condição de anonimato.

De acordo com a fonte próxima as investigações, a polícia cumpre mandados de prisão, busca e apreensão e intimações em cerca de 15 endereços na capital, região serrana, sul do Estado e na cidade mineira de Juiz de Fora.

Marielle e o motorista foram mortos em uma emboscada este ano na zona norte da capital, quando a parlamentar voltava para casa. Fontes ouvidas pela agência inglesa de notícias Reuters apontam que a morte da vereadora estaria ligada a uma disputa territorial na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro.

A Polícia Federal já ofereceu ajuda nas investigações sobre o crime e conseguiu recentemente ter acesso às investigações da polícia Fluminense.

Nesta semana, o secretário de Segurança do Estado, general Richard Nunes, criticou a iniciativa da PF, afirmando que “muito ajuda quem não atrapalha” e que há muita gente buscando holofote no caso Marielle.