Polícia do Rio e MP fazem operação contra sonegação fiscal de bebidas

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 22 de setembro de 2021 as 11:48, por: CdB

A polícia e o MPRJ investigam corrupção de agentes públicos da Operação Barreira Fiscal, encarregados da fiscalização do transporte de bebidas, as quais ingressariam no Estado do Rio sem documentos fiscais e sem o devido recolhimento de impostos.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O Ministério Público (MPRJ) e a Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpriram nesta quarta-feira 21 mandados de busca e apreensão contra suspeitos de sonegação fiscal, associação criminosa e crime contra administração pública.

Fachada da Secretaria de Estado da Polícia Civil, no Centro do Rio de Janeiro

Os alvos da Operação Kater são agentes públicos e representantes de empresas distribuidoras de bebidas dos Estados do Rio e do Paraná.

A polícia e o MPRJ investigam corrupção de agentes públicos da Operação Barreira Fiscal, encarregados da fiscalização do transporte de bebidas, as quais ingressariam no Estado do Rio sem documentos fiscais e sem o devido recolhimento de impostos.

Os mandados foram expedidos pela Vara Única da Comarca de Itatiaia, no Rio, e contam com o apoio das secretarias estaduais de Fazenda do Rio e do Paraná, da Corregedoria da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal.

Roubo de cargas

Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), em conjunto com unidades do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizaram nesta quarta-feira uma ação contra roubo de cargas em diversas comunidades dominadas por traficantes. Até o momento, cinco pessoas foram presas.

A ação acontece após checagem de informações de inteligência e para cumprimento de mandados judiciais, com objetivo de manter a queda dos índices de roubos de cargas.

Produtos piratas

Policiais civis da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) realizaram, na terça-feira, uma operação de combate à comercialização de produtos piratas em Madureira, na Zona Norte. Cerca de uma tonelada de produtos ilegais foram apreendidos.

Os estabelecimentos comerciais da região foram fiscalizados pelos agentes. Em oito deles, os policiais encontraram vasto material pirateado, como camisas, bermudas, bonés, calçados, entre outros. Os responsáveis pelos locais foram detidos e indiciados pelos crimes contra a propriedade imaterial.

Receptação de celular

Policiais civis da 57ª DP (Nilópolis) prenderam, na segunda-feira, uma mulher, de 30 anos, pelo crime de receptação de telefone celular. Ela foi capturada no bairro Anchieta, Zona Norte da capital do Rio.

Segundo os agentes, a autora ativou o aparelho, produto de roubo, após ter comprado de ambulante em uma barraca no calçadão de Nilópolis, na Baixada Fluminense.

As investigações continuam para identificar e prender o autor do roubo do telefone. A mulher foi encaminhada ao sistema prisional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code