Polícia do Rio prende um dos maiores estelionatários do país

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 12 de janeiro de 2021 as 13:48, por: CdB

Policiais civis prenderam, nesta terça-feira, um dos maiores estelionatários do Brasil. Segundo as investigações, o acusado atuava em terras brasileiras e em outros países e aplicava golpes em contas bancárias e cartões de crédito.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro
Policiais civis da 118ª DP (Araruama) prenderam, nesta terça-feira, um dos maiores estelionatários do Brasil. Segundo as investigações, o acusado atuava em terras brasileiras e em outros países e aplicava golpes em contas bancárias e cartões de crédito. A suspeita é que o homem tenha lucrado mais de R$ 2 milhões com a prática criminosa.

Polícia Civil prende um dos maiores estelionatários do país
Polícia Civil prende um dos maiores estelionatários do país

Ele foi localizado após denúncias e um trabalho de investigações e cruzamento de dados desenvolvidos pelos policiais. De acordo com o titular da 118ª DP, delegado Renato José Mascarenhas Perez, o acusado já foi preso no Estado de Sergipe, em 2010, chefiando uma quadrilha de estelionatários e cumpriu pena no Uruguai pelo mesmo crime. Ele é conhecido como “Mestre”, pois é considerado um dos melhores bandidos na prática de capturar dados e clonar cartões de crédito. O bandido também costumava ostentar carros de luxo.
Segundo os policiais, existia uma mandado de prisão em aberto contra o criminoso, que foi cumprido durante a ação.

Adulteração de veículos

Policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) prenderam dois homens acusados de receptação e adulteração de sinal identificador de veículos, na segunda-feira. Eles foram capturados em Santa Cruz, na Zona Oeste, quando desmontavam um carro, que foi furtado no dia 5 deste mês.
Com os acusados foram apreendidas diversas ferramentas para adulteração de veículos e a placa de um automóvel. Após a prisão eles foram conduzidos para a DRFA e estão à disposição da Justiça.

Crime

Policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Niterói apreenderam, na segunda-feira , um adolescente suspeito de matar um homem com deficiência física. A vítima, de 40 anos, era namorado da tia do acusado.
O jovem não aceitava o relacionamento do casal. Os agentes localizaram o suspeito, no bairro Engenhoca, em Niterói, e cumpriram um mandado de busca e apreensão contra o adolescente.
O crime aconteceu em junho de 2020, no bairro Aldeia da Prata, no município de Itaboraí. Segundo as investigações, o adolescente, de 17 anos, perseguiu a vítima e desferiu golpes com um pedaço de madeira com pregos. O jovem já era investigado pela DPCA por envolvimento com o tráfico de drogas de uma comunidade em Niterói.
O adolescente será encaminhado ao Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase).

Atropelamento

Policiais civis da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) prenderam em flagrante, na segunda-feira, o capitão do Corpo de Bombeiros que atropelou um ciclista na Avenida Lúcio Costa, no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio. Após o acidente, o condutor fugiu, abandonando o veículo poucos metros adiante. Ele foi autuado por homicídio doloso (com dolo eventual), fuga do local de de acidente e embriaguez ao volante.
Os agentes conseguiram identificar o condutor, apesar de o veículo estar em nome de outra pessoa. Foram realizadas buscas na região e, quatro horas depois do acidente, o militar foi localizado. Ele realizou exame de alcoolemia que deu resultado negativo. No entanto, policiais da 42ª DP obtiveram imagens, de um estabelecimento comercial, que mostravam o autor em estado de embriaguez e consumindo bebidas alcoólicas pouco antes do atropelamento.