Polícia prende suspeito de integrar milícia que controla comunidades

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 7 de outubro de 2019 as 12:30, por: CdB

A milícia que controla Rio das Pedras e a Muzema é apontada como responsável pela construção de edifícios irregulares.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais rodoviários federais prenderam na noite de domingo, com o apoio do Ministério Público do Rio de Janeiro, um suspeito de integrar a milícia que controla a comunidade de Rio das Pedras e da Muzema, na Zona Oeste da cidade do Rio.

O suspeito tinha contra ele um mandado de prisão por homicídio
O suspeito tinha contra ele um mandado de prisão por homicídio

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele estava escondido em um sítio em Guapimirim, na Baixada Fluminense.

O suspeito tinha contra ele um mandado de prisão por homicídio. O Disque Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 1 mil por informações que levassem à captura do foragido. Ele foi levado à Delegacia de Campos Elíseos (60ª DP).

A milícia que controla Rio das Pedras e a Muzema é apontada como responsável pela construção de edifícios irregulares, como os que desabaram em abril deste ano, matando mais de 20 pessoas.

Fuzis

Seis fuzis foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em uma abordagem na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), que liga os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo informou a PRF, o armamento seria entregue em comunidades do Rio.

O flagrante ocorreu na madrugada de domingo, em Seropédica, região metropolitana do Rio de Janeiro, e resultou em um homem preso, por tráfico de armas.

Os policiais faziam uma ronda na Rodovia Presidente Dutra, quando abordaram o automóvel e pediram ao motorista que apresentasse os documentos obrigatórios. Nesse momento, o homem ficou nervoso e disse que estava indo para o festival Rock in Rio, na capital do estado.

O Grupo de Operações com Cães decidiu recorrer ao K9 Bud, cão especialista no faro de drogas, armas e munições, que indicou a presença de materiais ilícitos no interior do veículo. Ao efetuarem uma busca minuciosa, os policiais encontraram seis fuzis em um compartimento no porta-malas.

Ao ser questionado sobre a mercadoria apreendida, o motorista informou que receberia R$ 8 mil pelo transporte do armamento de Guaíra, no Paraná, para comunidades do Rio de Janeiro. A ocorrência foi encaminhada para a Superintendência da Polícia Federal, na Praça Mauá, localizada na região portuária da capital Fluminense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *