Policiais que empurraram idoso em NY são acusados de agressão grave

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 7 de junho de 2020 as 16:48, por: CdB

Enquanto os agentes se preparavam para reprimir a manifestação nas ruas, Gugino foi agredido e caiu de costas. Ele bateu com a cabeça no chão e está internado no hospital em estado grave desde sexta-feira.

Por Redação, com agências internacionais – de Buffalo, NY-EUA

Enquanto Martin Gugino, um veterano de 75 anos, continuava em estado grave no hospital, após ter sido empurrado pelos policiais Aaron Torgalski e Robert McCabe, durante um protesto em Buffalo, no Estado de Nova York, os tribunais apressavam-se em indiciar ambos pelo crime de agressão em 2º grau. De acordo com a justiça norte-americana, os dois agiram com a intenção de causar ferimentos mas, se o idoso morrer, a pena tende a ser agravada.  

Martin Gugino, 75, é empurrado pelos policiais Aaron Torgalski e Robert McCabe, e continua internado em estado grave
Martin Gugino, 75, é empurrado pelos policiais Aaron Torgalski e Robert McCabe, e continua internado em estado grave

Enquanto os agentes se preparavam para reprimir a manifestação nas ruas, Gugino foi agredido e caiu de costas. Ele bateu com a cabeça no chão e está internado no hospital em estado grave desde sexta-feira.

Demissão

Inicialmente, a polícia local divulgou uma nota dizendo que Martin havia tropeçado e caído, mas decidiu afastar os dois agentes e suspender seus pagamento quando foi divulgado um vídeo que flagrou a ação. Segundo informações da rede norte-americana de TV NBC, Aaron e Robert voltam ao tribunal em 20 de julho para uma audiência criminal. O policiais alegam que são inocentes da acusação.

Em apoio aos policiais, todos os 57 integrantes do pelotão pediram demissão, prontamente aceita pelo Estado de Nova York.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code