Policiais investigam morte de MC Atrevida no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 15 de dezembro de 2020 as 13:12, por: CdB

Policiais civis cumpriram nesta terça-feira mandados de busca e apreensão em endereços ligados a pessoas envolvidas na morte da funkeira Fernanda Rodrigues da Silva, a MC Atrevida.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais civis cumpriram nesta terça-feira mandados de busca e apreensão em endereços ligados a pessoas envolvidas na morte da funkeira Fernanda Rodrigues da Silva, a MC Atrevida. Ela morreu em julho, após realizar procedimentos estéticos em uma clínica de Vila Isabel.

Ela morreu em julho, após realizar procedimentos estéticos
Ela morreu em julho, após realizar procedimentos estéticos

De acordo com a Polícia Civil, foi comprovada a responsabilidade da proprietária da clínica e do médico que realizou o procedimento. Ambos foram indiciados por homicídio doloso. A dona do estabelecimento responderá, ainda, por exercício ilegal da medicina majorada e fraude processual majorada.

A investigação revelou também a participação de um eletricista e motorista de transporte por aplicativo que participava ativamente dos procedimentos estéticos.

Destruído e subtraído provas

Segundo a polícia, orientado pela proprietária da clínica, ele teria destruído e subtraído provas e alterado o local do crime com o objetivo de esconder indícios e obstruir os trabalhos da Justiça. Ele foi indiciado por exercício ilegal da medicina majorada e fraude processual majorada.

As identidades dos indiciados não foram reveladas pelos policiais. A investigação contou com trabalho de inteligência, diligências, identificação e coletas de depoimentos de testemunhas. Há suspeitas de que houve outras vítimas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code