Policiais são mortos ao responder denúncia de violência doméstica na França

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 23 de dezembro de 2020 as 11:52, por: CdB

Três policiais franceses foram mortos a tiros por um homem ao chegarem a uma casa de Saint-Just, uma comuna remota do centro da França, em resposta a uma denúncia de violência doméstica, disse a polícia nesta quarta-feira.

Por Redação, com Reuters – de Paris

Três policiais franceses foram mortos a tiros por um homem ao chegarem a uma casa de Saint-Just, uma comuna remota do centro da França, em resposta a uma denúncia de violência doméstica, disse a polícia nesta quarta-feira.

Carro de polícia em Bordeaux, na França
Carro de polícia em Bordeaux, na França

Uma mulher que era a suposta vítima de violência doméstica buscou refúgio no telhado da casa, e subsequentemente foi resgatada pela polícia, noticiou a emissora francesa BFMTV.

A casa pegou fogo, informou a polícia, e o suposto atirador de 48 anos, que era conhecido das forças da lei por não pagar pensão alimentícia, foi encontrado morto em seu carro mais tarde.

O homem estava armado

Não ficou claro de imediato como ele morreu, nem onde o carro foi localizado. A polícia havia dito que o homem estava armado e que estava tentando localizá-lo. O incidente ocorreu em uma pequena vila de Saint-Just, que se situa cerca de 500 quilômetros a sudeste de Paris.

O presidente francês, Emmanuel Macron, ofereceu condolências às famílias dos policiais mortos.

– Para nos proteger, nossas forças agem colocando a vida em risco. Eles são nossos heróis – tuitou Macron.

Um quarto policial ficou ferido no ataque, mas não corre risco de morte, disse o Ministério do Interior.

As autoridades não comentaram o motivo. O ministro do Interior descreveu o agressor como um “maníaco”.