Policial do Capitólio teria se suicidado após invasão

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 11 de janeiro de 2021 as 13:39, por: CdB

Em 6 de janeiro, apoiadores de Trump invadiram o Congresso dos EUA para protestar contra a certificação dos votos do Colégio Eleitoral a favor do democrata Joe Biden. Além de depredarem o Capitólio, os invasores passaram horas confrontando a polícia.

Por Redação, com Sputnik – de Washington

O policial Howard Liebengood pode ter cometido suicídio após a invasão do Capitólio em Washington, EUA, escreve a agência AP.
Policial do Capitólio teria se suicidado após invasão em Washington
Policial do Capitólio teria se suicidado após invasão em Washington

No domingo, as autoridades norte-americanas anunciaram a morte do policial de 51 anos, Howard Liebengood, depois da invasão do Capitólio em Washington, EUA, segundo mídia, citando duas fontes familiarizadas com o assunto.
A declaração da Polícia do Capitólio não revelou a causa da morte do policial, afirmando apenas que a morte de Liebengood ocorreu “fora de serviço”.
O policial se suicidou, de acordo com fontes da AP. Não está claro se sua morte está ligada à invasão do Capitólio durantes protestos dos apoiadores de Donald Trump.
As fontes não foram autorizadas a discutir o assunto publicamente e pediram anonimato.

Divisão do Senado

O oficial Liebengood tinha sido designado à Divisão do Senado e esteve com o departamento desde 2005. Ele era filho de um sargento aposentado do Senado.
Em 6 de janeiro, apoiadores de Trump invadiram o Congresso dos EUA para protestar contra a certificação dos votos do Colégio Eleitoral a favor do democrata Joe Biden. Além de depredarem o Capitólio, os invasores passaram horas confrontando a polícia, ocasionando a morte de um policial e de quatro vândalos.