Preços do petróleo sobem após ataques à Arábia Saudita

Arquivado em: Destaque do Dia, Energia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 23 de abril de 2021 as 15:53, por: CdB

A extensão dos danos, se houver, dos ataques, não foi imediatamente aparente. Os rebeldes têm visado consistentemente a infraestrutura de exportação de petróleo com ataques de drones nas últimas semanas.

Por Redação, com agências internacionais – de Londres

Os preços do petróleo bruto subiram, na sexta-feira, após os rebeldes Houthi no Iêmen atacarem novamente as instalações de petróleo da Arábia Saudita com drones, em um novo lembrete do risco para a infraestrutura de exportação chave.

Rep/web/twitter
Militantes houthi preparam-se para o lançamento de um drone militar contra instalações da Arábia Saudita

Às 13h36, os futuros do petróleo dos EUA subiam 0,6%, a US$ 61,80 o barril, enquanto os futuros do Brent subiam 0,58%, a US$ 65,78 o barril. Ambos os contratos ainda estavam em curso para terminar a semana em baixa, no entanto, e o movimento parecia mais um curto aumento do que o início de uma alta em novas faixas.

Exportação

A agência inglesa de notícias Reuters relatou, em notícias distribuída mundialmente, que um porta-voz militar Houthi disse que o grupo tinha como alvo a base aérea King Khalid com dois drones e havia atingido uma instalação da companhia de petróleo da Arábia Saudita Aramco com um drone no sudoeste do país, na cidade de Jizan.

A extensão dos danos, se houver, dos ataques, não foi imediatamente aparente. Os rebeldes têm visado consistentemente a infraestrutura de exportação de petróleo com ataques de drones nas últimas semanas, em uma aparente tentativa de ganhar força para seus apoiadores no Irã, que está tentando negociar o levantamento das sanções pelos EUA.