Prefeito de Recife denuncia: “Revista Isto É me ofereceu dinheiro”

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 10 de dezembro de 2003 as 09:54, por: CdB

Considerado como o pior dos prefeitos petistas e fora da lista dos melhores administradores do País, segundo a pesquisa feita pelo Instituto Databrain e publicada na revista IstoÉ, João Paulo (PT) fez, nesta terça-feira, uma revelação durante entrevista à Rádio Jornal.

-A IstoÉ ofereceu cento e poucos mil reais, mas a gente tinha outras prioridades. A proposta foi feita por ofício para a gente sair na revista, mas não dizia qual era a nossa colocação- contou o prefeito.

João Paulo classificou a manipulação de dados como criminosa e defendeu que exista um padrão para realização de pesquisas.
    

-A pesquisa é um instrumento que pode dar dados importantes, se utilizada corretamente. Essa questão tem que ser disciplinada e ter um padrão em todo Brasil. Uma empresa apresenta resultados sem sequer mostrar os questionários. Essa manipulação é criminosa e tem que acabar-desabafou.

Apesar de a publicação não informar em que posição ficou João Paulo entre os 27 prefeitos de capitais, a reportagem cita que “o grande resultado negativo para o PT é a Prefeitura do Recife”.
    

A secretária de Comunicação, Sheila Oliveira, acrescentou que a Prefeitura recebeu a proposta no mês de março de 2003, afirmando que eles teriam direito a duas páginas para argumentar o resultado final.

-A proposta era para o que eles chamam de publicidade editorial. Foram oferecidas duas páginas para a gente justificar os assuntos referentes à pesquisa. Isso era uma proposta inicial e nós não fomos atrás porque não valia à pena- declarou Sheila Oliveira, informando, ainda, que a Prefeitura não pretende entrar na Justiça para pedir maiores esclarecimentos sobre o caso.

O Instituto Databrain fez a avaliação no mês de setembro.
    

Durante a entrevista, João Paulo também admitiu que a diminuição de rejeição junto à população – de 50 para 30 pontos, segundo pesquisas internas da PCR – têm influência do marqueteiro Duda Mendonça.

– Eu conversei com Duda e ele ajudou na linha do programa do PT, que foi uma produção dele. Duda deu uma série de dicas e sugestões altamente interessantes, que estamos utilizando. Mas isso foi uma ajuda mais individual, porque ele ficará conosco apenas na época da campanha, já que ele resolveu assumir apenas o partido- declarou o prefeito.
    

A Folha de Pernambuco entrou em contato com a IstoÉ e foi informada que realmente o material publicado é publicitário e só entraram na reportagem as prefeituras que compraram o espaço acertado com o departamento de plubieditorial.

Contudo, a revista alega que os repórteres escreveram baseados nos números repassados pelo Databrain, não tendo ocorrido qualquer tipo de manipulação. Além disso, os 15 prefeitos que apareceram não são aqueles que melhor administram suas cidades, a exemplo de Marta Suplicy (PT), de São Paulo, que ficou entre os 20. Como também houve prefeito bem colocado que ficou fora da reportagem.