Prefeito de Duque de Caxias está internado com covid-19

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 13 de abril de 2020 as 14:45, por: CdB

O prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, está internado na unidade de tratamento semi-intensivo de um hospital do Rio de Janeiro. O teste para o novo coronavírus deu positivo.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, está internado na unidade de tratamento semi-intensivo de um hospital do Rio de Janeiro. O teste para o novo coronavírus covid-19 deu positivo.

Washington Reis foi internado na madrugada de sábado
Washington Reis foi internado na madrugada de sábado

Caxias é o 18º município mais populoso do Brasil e terceiro do Estado do Rio. É também o segundo município Fluminense em número de mortes por covid-19 (16 entre 81 casos confirmados), ficando atrás apenas da capital (106), segundo dados divulgados no domingo pela Secretaria Estadual de Saúde.

De acordo com a prefeitura de Caxias, Reis está internado desde a madrugada do último sábado no Hospital Pró-Cardíaco e apresenta “evolução satisfatória”. Ele está sendo monitorado por um cardiologista e por um pneumologista.

O prefeito já tinha feito mais dois testes para covid-19, com resultado negativo nas duas ocasiões.

Cidade de Deus

A primeira morte por covid-19 confirmada na véspera na Cidade de Deus, comunidade na Zona Oeste do Rio, com aproximadamente 40 mil habitantes, levou os moradores, neste domingo, a elevar o nível do isolamento social, segundo levantamento da prefeitura. Trata-se da quinta favela do Rio a ter uma morte confirmada pelo novo coronavírus.

A vítima é uma mulher de 32 anos, de acordo com informações da secretaria estadual de Saúde. Segundo as estatísticas oficiais, pelo menos sete pessoas já morreram em cinco favelas do Rio: Rocinha (duas), Vigário Geral (duas), Maré (uma), Manguinhos (uma) e agora Cidade de Deus (uma).

No município

As autoridades de saúde temem a disseminação da covid-19 nas comunidades, onde não há saneamento básico e muitas pessoas vivem em espaços exíguos, o que favorece a circulação do novo coronavírus.

O número de casos de covid-19 no Rio chegou a 2.607 no sábado. Pelo menos 155 pessoas morreram por causa da doença até agora. Outras 107 mortes estão sob investigação.

Entre sexta-feira e sábado, foram confirmadas oito mortes, cinco homens e três mulheres. Todos tinham mais de 50 anos, com exceção de uma das mulheres, que tinha 32 anos. A capital é o município que reúne a grande maioria dos casos, com 1.905, seguido de Niterói, com 120, e Nova Iguaçu, com 73.