Premiê de Israel elogia seleção do Irã, mas provoca sobre processo de paz

Arquivado em: Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 27 de junho de 2018 as 14:13, por: CdB

Segundo Netanyahu, o Irã tem muitos problemas, como poluição no ar, escassez de água e “bilhões gastos em terrorismo”, por culpa dos seus líderes políticos

Por Redação, com EFE – de Jerusalém:

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, publicou na noite de terça-feira um vídeo exaltando a coragem da seleção do Irã na Copa do Mundo e convocando a população iraniana a ter a mesma determinação na busca pela paz.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu

– Você imagina como é difícil evitar um gol de (Cristiano) Ronaldo? É quase impossível. Mas a seleção iraniana fez o impossível. Vocês mostraram coragem em campo e também nas ruas de Irã – afirmou o político em publicação no Twitter, lembrando o empate da equipe de Carlos Queiróz em 1 a 1 contra Portugal ontem.

Segundo Netanyahu, o Irã tem muitos problemas, como poluição no ar, escassez de água e “bilhões gastos em terrorismo”, por culpa dos seus líderes políticos.

– Imagine o que aconteceria se o governo iraniano, em vez de esbanjar dinheiro na Síria, no Iêmen e em guerras desnecessárias no Oriente Médio, começasse a investir para resolver os problemas do Irã? A solução está com o povo iraniano – continua o primeiro-ministro, dizendo que Israel tem diversas iniciativas de auxílio ao país asiático que não o reconhece como nação.

O vídeo é mais um aceno do líder do estado judeu aos iranianos, tentando instigá-los contra o governo local.

– Espero um dia poder ver a seleção do Irã enfrentar Israel em uma Teerã livre. Neste dia, seremos todos vencedores – finalizou o premiê.

Colômbia confirma lesão de Aguilar

O volante colombiano Abel Aguilar ficará de cinco a seis dias afastado dos gramados devido a uma lesão sofrida na coxa esquerda durante a vitória por 3 a 0 sobre a Polônia no último domingo, logo não poderá enfrentar o Senegal na próxima quinta-feira.

Segundo informou a Federação Colombiana de Futebol (FCF) em comunicado divulgado nesta terça-feira, Aguilar apresenta “um edema muscular sem hematoma no músculo adutor esquerdo”.

O jogador, de 33 anos, foi o escolhido pelo técnico José Pékerman para ocupar a vaga de Carlos Sánchez, expulso logo no início da derrota por 2 a 1 para o Japão na estreia, mas se lesionou e acabou sendo substituído por Mateus Uribe ainda no primeiro tempo.

– Abel Aguilar foi submetido a exames nos quais se comprovou que o adutor esquerdo apresenta um edema muscular sem hematoma, pelo qual se submeterá nos próximos 5 ou 6 dias a trabalhos com o departamento médico, avaliando nesse período a sua recuperação – informou a federação.

Desse modo, o volante é desfalque certo para a partida de quinta-feira contra o Senegal, em Samara, na qual a Colômbia decidirá sua continuidade no torneio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *