Prêmio da Paz a Susan Sontag gera polêmica na Alemanha

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 18 de junho de 2003 as 14:05, por: CdB

A entrega do Prêmio da Paz dos Livreiros Alemães à escritora americana Susan Sontag, concedido em outubro na Feira de Frankfurt, já suscitou as primeiras críticas dos conservadores alemães.

O especialista de Assuntos Culturais do grupo parlamentar da União Democrata Cristã (CDU) no parlamento regional de Saxônia-Anhalt, Rainer Schomburg, expressou sua rejeição à escolha de Sontag, que, segundo ele, não ajuda a reconstruir as maltratadas relações entre os Estados Unidos e a Alemanha.

– Levando em conta as abaladas relações entre os Estados Unidos e a Alemanha, gostaria que o júri escolhesse alguém menos polêmico – disse Schomburg.

Para ele, é problemático que Sontag tenha dito que os atentados de 11 de setembro não foram sido dirigidos contra a liberdade, mas eram uma conseqüência da política hegemônica dos Estados Unidos.

A Associação de Livreiros Alemães anunciou na última terça-feira a escolha de Sontag como a premiada deste ano e ressaltou seu compromisso com “a dignidade do pensamento livre em um mundo de imagens falsificadas e verdades mutiladas”.