Preparador físico brasileiro deixa o Sudão após ter passaporte retido pelo Al Hilal

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 9 de maio de 2018 as 13:50, por: CdB

O clube sudanês se negou a entregar o passaporte de Andrade desde que foi pedido pela primeira vez em março, quando o brasileiro pretendia viajar para o Cairo para visitar a família

Por Redação, com EFE – do Cairo:

O preparador físico brasileiro Rodrigo Andrade deixou o Sudão depois de conseguir um acordo com Al Hilal com a intermediação dos governos brasileiros e sudanês, depois que o clube reteve o passaporte de seu então funcionário contra sua vontade, informou nesta quarta-feira o técnico à Agência EFE.

O preparador físico brasileiro Rodrigo Andrade

Andrade retornou ao Cairo, onde sua família reside temporariamente, no domingo, depois de assinar a rescisão de contrato durante uma reunião na qual participaram representantes do Ministério das Relações Exteriores do Sudão e da embaixada brasileira em Cartum.

O clube sudanês se negou a entregar o passaporte de Andrade desde que foi pedido pela primeira vez em março, quando o brasileiro pretendia viajar para o Cairo para visitar a família.

O brasileiro disse à agência EFE que o clube o obrigou a abrir mão da multa de rescisão de contrato, algo que transgride as normas da Fifa, como condição para devolver o passaporte.

Segundo Andrade, quando chegou ao Cairo, descobriu que suas malas tinham sido abertas e verificou o roubo de material de treino avaliado em milhares de dólares, que ele tinha comprado antes de começar a trabalhar no Al Hilal, em janeiro.

Daniel Alves

O lateral Daniel Alves conquistou o 38º troféu da carreira; e ampliou desta forma seu recorde de jogador com mais títulos oficiais na história do futebol; após vencer a final da Copa da França com o Paris Saint-Germain nesta terça-feira.

Com a vitória sobre o Les Herbiers por 2 a 0 no Stade de France; o lateral aumentou a vantagem sobre o compatriota Maxwell, ex-PSG; que tinha o recorde de 36 títulos até o ano passado.

O período de Daniel Alves no Barcelona foi fundamental para alcançar essa marca. Durante os oito anos em; que jogou pela equipe catalã, de 2008 a 2016, o brasileiro conquistou 23 troféus; tendo, entre eles, três Ligas dos Campeões (2009, 2011 e 2015) e seis títulos do Campeonato Espanhol.

Aos 35 anos, o lateral pode exibir um invejável currículo com diversos títulos nos clubes europeus pelos quais atuou: com o Sevilla; antes do período no Barcelona, de 2003 a 2008; venceu duas Copas da Uefa (2006 e 2007); uma Supercopa Europeia (2006), outra espanhola (2007); e uma Copa do Rei da Espanha (2007). Em 2016, o jogador saiu do Barça e foi para a Juventus; e conquistou os títulos da Copa da Itália e do Campeonato Italiano, na temporada 2016-2017.

Já com a seleção brasileira, Daniel Alves conquistou três troféus: uma Copa América (2007); e duas Copas das Confederações (2009 e 2013). Agora, o lateral sonha com a Copa do Mundo da Rússia deste ano para completar a coleção de títulos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *