Presidente brasileiro vira piada para programa de humor alemão

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 16 de agosto de 2019 as 14:37, por: CdB

Em horário nobre, Bolsonaro foi comparado ao protagonista do filme Massacre da serra elétrica.

Por Redação, com DW – de Berlim

O programa humorístico alemão Extra 3, transmitido na noite de quinta-feira, chamou o presidente Jair Bolsonaro de bobo da corte, Borat e protagonista do clássico de terror Massacre da serra elétrica. Atração de horário nobre da ARD, principal rede de televisão pública alemã, o programa satirizou por quase cinco minutos o governo do presidente brasileiro, criticando principalmente sua política ambiental e o desmatamento na Amazônia.

Apresentador alemão disse que Bolsonaro "não se importa nem um pouco" com a suspensão de verbas para projetos ambientais
Apresentador alemão disse que Bolsonaro “não se importa nem um pouco” com a suspensão de verbas para projetos ambientais

– Um sujeito que não pensa nem um pouco sobre sustentabilidade e emissão de CO2 é o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, o ‘Trump do samba’. Mas alguns dizem também ‘o boçal de Ipanema’ – afirmou o apresentador Christian Ehring, em frente a uma fotomontagem de Bolsonaro vestindo a sunga do personagem Borat.

De acordo com Ehring, “Bolsonaro deixa a floresta tropical ser destruída para que gado possa pastar e para que possa ser plantada soja para produzir ração para o gado”. O alemão mostoru os mais recentes dados sobre desmatamento no Brasil e diante de outra montagem, dessa vez mostrando Bolsonaro com uma serra elétrica nas mãos.

Ainda segundo o apresentador, Bolsonaro “não se importa nem um pouco” com a suspensão de verbas para projetos ambientais anunciada pelo Ministério do Meio Ambiente alemão no fim de semana.

Nesta semana, a Alemanha anunciou a suspensão de 155 milhões de reais em financiamento para projetos de prevenção de desmatamento da Amazônia. Os recursos eram destinados a novos projetos e não afetam a verba alemã já investida no Fundo Amazônia, ao menos por enquanto.

– Eu queria até mandar recado para a senhora querida Angela Merkel, que suspendeu 80 milhões de dólares pra Amazônia. Pega essa grana e refloreste a Alemanha, tá ok? Lá está precisando muito mais do que aqui – respondeu Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *