Presidente do BNDES anuncia início do leilão de ações da Eletropaulo

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sexta-feira, 9 de maio de 2003 as 19:47, por: CdB

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Carlos Lessa, anunciou nesta sexta-feira que vai iniciar, extrajudicialmente, o processo de venda em leilão das ações ordinárias da Eletropaulo em mãos da AES Elpa.

Equivalentes a 70,82% do capital votante da Eletropaulo, as ações em mãos da AES Elpa são a garantia de que dispõe o BNDES para os empréstimos feitos à empresa. A dívida da AES com o BNDES é de cerca de US$ 1,2 bilhão, dos quais US$ 600 milhões referentes à AES Elpa.

Carlos Lessa disse que o BNDES optou por uma cobrança amigável por conselho dos advogados que assessoram o banco no caso. Segundo ele, o leilão das ações da Eletropaulo poderá ser feito dentro de 107 dias, aproximadamente, mas o prazo pode ser prolongado até o fim do ano, caso a AES resolva contestar judicialmente a decisão.

Embora já tenha iniciado os procedimentos para o leilão, o BNDES continua aberto às propostas por parte da AES. A empresa, que recebeu nesta sexta-feira a notificação com a decisão do BNDES, continua a se reunir com os dirigentes do banco.

O próximo encontro está marcado para a próxima quarta-feira da semana que vem, quando o chefe do departamento de reestruturação da companhia americana, Joseph Brandt, se encontrará o diretor financeiro do BNDES, Roberto Timóteo da Costa.