Presidente do conselho da Samsung é nomeado suspeito em caso de evasão fiscal

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018 as 10:12, por: CdB

Lee Kun-hee, de 76 anos, está hospitalizado no Samsung Medical Centre, em Seul, desde um ataque cardíaco sofrido em 2014, e tem dificuldades de se comunicar

Por Redação, com Reuters – de Seul:

O presidente do conselho da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, foi nomeado pela polícia sul-coreana nesta quinta-feira como suspeito em um caso de evasão fiscal de US$ 7,5 milhões envolvendo o uso de contas bancárias detidas por funcionários da empresa.

Presidente do conselho da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, chega a aeroporto em Seul, Coreia do Sul

Uma série de escândalos tem abalado a família proprietária da Samsung o maior império comercial da Coreia do Sul.

O filho do presidente do conselho, Jay Y. Lee, herdeiro do Grupo Samsung; foi solto da prisão no início desta semana depois que um tribunal de recursos reduziu sua pena por pagamento de propina e corrupção; para 2 dois anos e meio e suspendeu a sentença por quatro anos.

Dificuldades de se comunicar

Lee Kun-hee, de 76 anos, está hospitalizado no Samsung Medical Centre, em Seul, desde um ataque cardíaco sofrido em 2014; e tem dificuldades de se comunicar, tendo exibido poucos sinais de recuperação. Até sua prisão, Jay Y. Lee, era visto como o chefe de facto do grupo.

A polícia disse que Lee Kun-hee não pôde ser interrogado devido a seu estado de saúde, e a Samsung se recusou a comentar o caso.

– O presidente do conselho da Samsung, Lee Kun-hee; e um executivo da Samsung administraram fundos em 260 contas bancárias sob os nomes de 72 executivos, suspeitos de sonegar impostos no valor de 8,2 bilhões de wons –  disse a Agência Nacional de Polícia Coreana em comunicado; acrescentando que enviará o caso a procuradores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *