Presidente do STF critica reforma da previdência e convoca debate

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quinta-feira, 5 de junho de 2003 as 19:22, por: CdB

Ao discursar em sua posse na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Maurício Correia convocou os demais presidentes de tribunais federais, regionais, estaduais e representantes de entidades de classe para promover um amplo debate sobre a reforma da Previdência encaminhada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Congresso Nacional.

Correia disse que vai conduzir os debates pessoalmente, como forma de garantir uma posição uniforme do Poder Judiciário sobre a reforma.

O novo presidente do STF criticou a proposta de reforma da Previdência do presidente Lula, e disse que ela poderá desestimular novos advogados a ingressarem na carreira da magistratura.

– Têm chegado às minhas mãos inúmeros pedidos de aposentadoria de juízes que temem as novas regras. Também pode haver desestímulo à carreira da magistratura. Sem querer antecipar posições, convoco para amplo debate do tema aqui no Supremo Tribunal Federal – disse.

Correia adiantou que o debate está marcado para o dia 17 de junho, uma vez que a reforma já tramita no Congresso Nacional.

– O Poder Judiciário está aberto ao diálogo. Tenho certeza que será recíproco com os outros Poderes – ressaltou.

O presidente Lula deixou o STF sem dar declarações à imprensa. O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, também não quis comentar as críticas do novo presidente do STF à reforma da Previdência.