Presidente da Uefa promete reformar competições de clubes

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019 as 12:38, por: CdB

Escolhido durante o Congresso da Uefa, evento anual realizado em um hotel de luxo de Roma, Ceferin disse que os torneios reformulados, que deverão começar em 2024, trarão uma “nova dimensão” ao futebol europeu.

Por Redação, com Reuters – de Londres/Barcelona

O esloveno Aleksander Ceferin foi reeleito presidente da Uefa, a entidade responsável pelo futebol europeu, nesta quinta-feira, sem enfrentar adversários, e prometeu reformar as competições de clube, mas reafirmando que não vai haver uma Super Liga em sua gestão.

Presidente reeleito da Uefa, Aleksander Ceferin

Escolhido durante o Congresso da Uefa, evento anual realizado em um hotel de luxo de Roma, Ceferin disse que os torneios reformulados, que deverão começar em 2024, trarão uma “nova dimensão” ao futebol europeu.

Ele não deu detalhes de como funcionarão, mas enfatizou que serão abertos a todos os times e que estes participarão por seus resultados, e não por meio de convites.

– Trabalharemos de mãos dadas com nossa parceira, a Associação de Clubes Europeus, para criar as competições de clube do futuro – disse Ceferin aos delegados depois de conquistar um mandato de quatro anos.

– Competições de clube condizentes com nosso tempo, cheias de empolgação e intensidade e abertas, que trarão uma nova dimensão ao futebol europeu.

Antes da confirmação de seu segundo mandato, Ceferin lembrou que antes de sua eleição de 2016 surgiram relatos de que os maiores times do continente planejavam uma liga alternativa, mas que isso foi evitado graças a conversas “honestas, diretas e inflexíveis” com os clubes.

Ele disse que não existirá uma Super Liga enquanto for presidente da Uefa e Andrea Agnelli chefiar a Associação de Clubes Europeus. “Não é uma promessa, é um fato”, acrescentou.

As competições de clube europeias acontecem em ciclos de três anos, e o atual termina em 2021.

O formato do próximo ciclo 2021-24 foi decidido no ano passado com o acréscimo de uma nova competição de terceira divisão à Liga dos Campeões e à Liga Europa.

Ceferin disse que a Uefa fará “todo o possível” para levar a Copa do Mundo de 2030 para a Europa e que a regra de equilíbrio fiscal do futebol europeu conhecida como Fair Play Financeiro (FFP) será atualizada.

Novo estádio

O clássico do norte de Londres entre Tottenham Hotspur e Arsenal pela liga inglesa será disputado no estádio de Wembley, uma vez que o Tottenham ainda aguarda os certificados de segurança de seu novo campo.

Em janeiro, o clube disse que seus jogos deste mês em casa aconteceriam em seu lar adotivo de Wembley devido aos atrasos contínuos na nova arena de 62 mil lugares, que custará cerca de 1,3 bilhão de dólares.

Havia a possibilidade de o novo estádio ser inaugurado no confronto com o Arsenal, mas isso foi descartado pelo presidente do clube, Daniel Levy, nesta quinta-feira.

– Mais uma vez, obrigado a todos vocês por sua paciência conosco e pelo grande apoio que recebemos de tantas partes diferentes. Estas próximas semanas são cruciais – disse Levy em uma mensagem aos torcedores no site do clube.

Os atrasos se deveram, sobretudo, a obras de reparo nos sistemas de fiação e segurança.

– O sucesso destes testes é crítico para nossa capacidade de obter um certificado de segurança e abrir o estádio – informou o clube em um comunicado.

O Tottenham, terceiro da tabela, vem usando Wembley para jogos da liga desde o início da temporada passada, depois que o histórico White Hart Lane foi demolido no final da campanha 2016-17.

Malcom garante empate ao Barcelona contra o Real Madrid

Um gol do brasileiro Malcom no segundo tempo garantiu ao Barcelona um empate em 1 a 1 com o Real Madrid pela partida de ida da semifinal da Copa do Rei na quarta-feira.

Malcom, que começou a partida no lugar de Lionel Messi, marcou aos 13 minutos do segundo tempo para empatar para o Barcelona, após Lucas Vázquez abrir o placar para o Real Madrid.

Vázquez anotou logo aos seis minutos para silenciar os torcedores no Camp Nou, aproveitando-se de um bom início do time comandado por Santiago Solari.

No entanto, Ivan Raktic mandou a bola no travessão com uma cabeçada e Malcom acabou por empatar, aproveitando rebote após chute de Luís Suárez.

Messi, que sofreu uma lesão na coxa no fim de semana contra o Valencia, participou da meia hora final da partida, mas não ajudou os donos da casa a conseguirem o gol da vitória.

A partida de volta será realizada no dia 27 de fevereiro no Santiago Bernabeu, em Madri.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *