Presídio no Acre tem fuga de 26 presos após fim de semana violento

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 20 de janeiro de 2020 as 12:39, por: CdB

Cerca de 26 presos escaparam do Complexo Penitenciário de Rio Branco, no Acre, na madrugada desta segunda-feira, sendo que um dos detentos foi recapturado.

Por Redação, com Reuters – de Brasília

Cerca de 26 presos escaparam do Complexo Penitenciário de Rio Branco, no Acre, na madrugada desta segunda-feira, sendo que um dos detentos foi recapturado, informou o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) do Estado, depois de um fim de semana violento com seis assassinatos na capital acriana.

De acordo com o Iapen, ainda não é possível saber se membros do PCC estão entre os que fugiram do Complexo Penitenciário de Rio Branco
De acordo com o Iapen, ainda não é possível saber se membros do PCC estão entre os que fugiram do Complexo Penitenciário de Rio Branco

A fuga no presídio em Rio Branco, que de acordo com o Iapen abriga membros de várias facções criminosas, acontece depois de, no último fim de semana, 75 presos fugirem de uma prisão em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, região de fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã (MS). Entre os presos que escaparam da prisão paraguaia estão integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

De acordo com o Iapen, ainda não é possível saber se membros do PCC estão entre os que fugiram do Complexo Penitenciário de Rio Branco. De acordo com o órgão, as investigações ainda estão no início e não é possível afirmar se o episódio no Acre tem relação com os assassinatos recentes no Estado ou com a fuga no Paraguai.

A Polícia Civil do Acre investiga a fuga, e a Polícia Militar do Estado trabalha nas buscas pelos fugitivos. As Secretarias de Segurança de Rondônia e da Amazônia foram alertadas para que façam barreiras para impedir que os foragidos de Rio Branco fujam do Estado.

Estão sendo feitas ainda revistas em todas unidades prisionais e socioeducativas, que abrigam menores de idade apreendido, do Acre. O Corpo de Bombeiros auxiliará nas revistas. As Polícias Federal e Rodoviária Federal e o Exército também foram alertados.

Fuga no Paraguai

A ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Pérez, disse a repórteres que o diretor da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero foi demitido junto com outros seis funcionários após a fuga, realizada no domingo, por suspeitas de que os detentos tenham obtido ajuda para escapar.

Também no domingo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse que o governo federal trabalha em conjunto com autoridades estaduais e do Paraguai para evitar que os foragidos entrem no Brasil e para auxiliar nos esforços para que sejam recapturados.

– Estamos trabalhando junto com as forças estaduais para impedir a reentrada no Brasil dos criminosos que fugiram de prisão do Paraguai. Se voltarem ao Brasil, ganham passagem só de ida para presídio federal – disse Moro em sua conta no Twitter.

– Estamos à disposição também para ajudar o Paraguai na recaptura desses criminosos. O Paraguai tem sido um grande parceiro na luta contra o crime – acrescentou.

O ministério disse que reforçou o patrulhamento na fronteira com o Paraguai com helicópteros e barreiras, mas garantiu que a passagem não foi fechada no Mato Grosso do Sul e que brasileiros e paraguaios seguem com livre trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *