Presos são levados do Ceará para presídio federal no Rio Grande do Norte

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 9 de janeiro de 2019 as 11:57, por: CdB

As vagas no presídio, foram disponibilizadas na última sexta-feira, mas a transferência só foi efetivada após definições dos presos e pedidos feitos pelo Estado.

Por Redação, com ABr – de Fortaleza

Cerca de 20 presos, no Ceará, foram transferidos, na madrugada desta quarta-feira, para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, numa ação conjunta entre o governo estadual, o Departamento Penitenciário Nacional e a Polícia Rodoviária Federal. De acordo com o Ministério da Justiça, a ação teve início às 2h da manhã e foi finalizada às 4h30.

Cerca de 20 presos, no Ceará, foram transferidos, na madrugada desta quarta-feira, para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte

As vagas no presídio, foram disponibilizadas na última sexta-feira, mas a transferência só foi efetivada após definições dos presos e pedidos feitos pelo Estado. A transferência envolveu ainda o Ministério Público e o Poder Judiciário do Ceará, além da Justiça Federal de Mossoró.

A partir do presídio federal, os presos serão redistribuídos entre as demais quatro unidades prisionais do Ministério da Justiça. “Novas vagas poderão ser deferidas para o Estado”, informou a pasta.

O pedido de transferência foi feito pelo governo do Ceará em meio a uma onda de violência que atinge mais de 40 municípios, incluindo a região metropolitana de Fortaleza. O governador Camilo Santana informou nesta quarta-feira que as forças de segurança do Estado já haviam efetuado a prisão de 168 pessoas suspeitas de envolvimento em ataques criminosos dos últimos dias no Ceará.

Suspeitos de ataques

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), informou, na terça-feira, que as forças de segurança do estado já efetuaram a prisão de 168 pessoas suspeitas de envolvimento em ataques criminosos dos últimos dias. As ocorrências foram registradas em mais de 40 municípios cearenses, incluindo a região metropolitana de Fortaleza.

Do total de presos, 20 foram capturados nas últimas horas, destacou o governador. Camilo Santana afirmou que o policiamento foi reforçado e mais prisões deverão ocorrer a qualquer momento.

– Estamos reforçando ainda mais o policiamento na capital e também no interior, com o apoio de tropas federais e estados parceiros. Já determinei à cúpula da segurança que empregue todos os esforços necessários – publicou o governador em sua página no Facebook.

Camilo Santana também informou que lideranças criminosas presas no estado estão sendo identificadas e transferidas para presídios federais. Ao todo, o Ministério da Justiça e Segurança Pública disponibiliza 60 vagas para detentos do estado nas prisões de segurança máxima administradas pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen). “Não haverá tolerância com o crime”, concluiu.

A madrugada de segunda-feira foi o sexto dia consecutivo de violência no Estado. Pelo menos quatro veículos foram queimados Na região metropolitana de Fortaleza, onde também foi registrado um ataque à bomba sobre uma ponte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *